fbpx
Ir para o conteúdo
Para Grávidas Para Mães e Filhos

Zika pode provocar lesões cerebrais em bebês sem microcefalia

Leitura: 4 min
434 visualizações

De acordo com a OMS, o zika vírus está relacionado de maneira direta aos casos recentes de microcefalia. Porém, diferente do que se imaginava, um estudo realizado pela Fundação Altino Ventura, do Hospital dos Olhos de Pernambuco e também do Instituto da Visão da UNIFESP, mostrou que a infecção pelo vírus é capaz de causar lesões cerebrais em bebês que apresentam perímetro cefálico normal.

Um caso em particular chamou a atenção das autoridades médicas brasileiras. Uma criança em Pernambuco que nasceu após 38 semanas de gestão com perímetro cefálico de 33 centímetros (normal), apresentou uma série de lesões características da síndrome congênita pelo zika vírus.

Microcefalia

A microcefalia é uma má-formação congênita, cujo cérebro não se desenvolve de maneira adequada, ela pode ter diferentes origens como traumas, radiação, e ação de agentes biológicos com bactérias ou, então, o zika vírus. A microcefalia é, principalmente, diagnosticada pelo perímetro da cabeça dos bebês. Um bebê que tem a cabeça com perímetro igual ou inferior a 32 cm é considerado portador de microcefalia, já um bebê com o perímetro igual ou superior a 33 cm é considerado normal.

Relação entre zika vírus e microcefalia

O primeiro momento em que a microcefalia foi relacionada ao zika vírus ocorreu após uma bateria de exames em um bebê no Ceará que morreu em decorrência de microcefalia e demais más-formações congênitas. Esses exames identificaram a presença do vírus. A confirmação entre a relação entre o zika vírus e a microcefalia só foi possível, após a descoberta do Instituo Evandro Chagas, que detectou a presença do vírus em amostras de sangue e demais tecidos no recém-nascido que veio a falecer. Após essa constatação, a maioria das crianças que apresentaram microcefalia testaram positivo para o exame que tinha como objetivo encontrar amostras do zika vírus em seus organismos.

Plano de saúde é de grande ajuda

Em meio uma potencial epidemia, ter um plano de saúde familiar ou então para as crianças pode fazer toda a diferença na prevenção e também no diagnóstico do zika vírus e, consequentemente, da microcefalia.

Como se sabe, os planos de saúde de saúde possuem uma rede credenciada de laboratórios e hospitais, além de médicos altamente capacitados que podem realizar uma série de exames preventivos e caso constate-se algo de errado, o diagnóstico ocorrerá de maneira rápida e precisa.

Bem-estar e conforto para toda a família

Além de dar todo esse suporte em um momento de pré-diagnostico, um plano de saúde ainda é capaz de oferecer uma série de benefícios e conforto para seus segurados, bem como cobertura de exames, atendimentos de fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, psicólogos e muitos outros profissionais da saúde.

Saúde é coisa séria, e não se deve brincar com ela. Proteja seus filhos e toda sua família, entre em contato com as operadoras de saúde de sua região, cote os valores e feche negócio o mais rápido possível. Ter um plano de saúde com uma ampla cobertura nos dias de hoje é muito mais do que sua necessidade, e pode ter certeza, toda sua família merece esse suporte.

Plano
SOBRE O AUTOR: Posts desse autor

Plano de Saúde

O melhor canal de informações sobre saúde, bem-estar e planos de saúde do Brasil. Conteúdos com credibilidade e que irão melhorar o seu dia a dia.

Recomendado para você:

Postagens mais vistas: