fbpx
Ir para o conteúdo
Bem estar Saúde Sem categoria

O que é laringite, quais são os sintomas e como tratar?

Leitura: 8 min
346 visualizações

Existem algumas doenças que já fazem parte da rotina da população e são extremamente comuns nos consultórios médicos e nos postos de saúde, tendo em vista a sua elevada incidência nos mais diversos perfis de pacientes e faixas etárias. No entanto, você sabe o que é, quais são os sintomas de laringite e como devemos tratá-la?

Esse é um quadro que tende a ser bastante familiar para boa parte das pessoas, sobretudo para quem utiliza intensamente as cordas vocais ou para quem tem filhos pequenos, pois esses estão entre os grupos mais afetados pelo problema. Continue lendo este conteúdo e aprenda mais sobre o assunto.

Afinal, o que é a laringite?

Antes de falarmos sobre a laringite propriamente dita, é preciso compreender o que é a laringe. Trata-se de uma parte do sistema respiratório humano, que fica situado no plano mediano e anterior ao pescoço, sendo uma cavidade com paredes membranosas e cartilaginosas, localizada internamente entre a faringe e a traqueia.

É nessa região que ficam as cordas vocais, o que faz desse o nosso órgão da produção de som. Por isso mesmo, a laringite é relacionada com a rouquidão e com outras afecções em nossos processos de fonação. A laringite é justamente isto: uma inflamação que acomete a laringe e pode ser aguda ou crônica, de origem infecciosa ou não.

É uma situação comum para consultórios médicos e planos de saúde de todo o planeta, tendo em vista que as suas causas são extremamente variáveis e podem atingir todas as faixas etárias. Embora, na maioria das vezes, ela surja rapidamente e resolva-se em não mais do que duas semanas, existem quadros que podem ser mais duradouros.

Quais as suas principais causas?

Como dissemos, a laringite pode ser aguda ou crônica, mas a situação mais comum é a de curta duração, na qual os sintomas não costumam permanecer por mais do que duas ou três semanas. Esse quadro, na grande maioria das vezes, tem a sua etiologia em uma infecção viral de vias superiores, como a gripe e o resfriado comum.

Vale lembrar que, embora mais rara, a laringite também pode ser bacteriana, o que demandaria o uso de uma antibioticoterapia específica. Somente um médico pode avaliar qual é o agente etiológico responsável pelo problema, traçando, assim, a conduta mais adequada e o uso de medicamentos específicos, que debelarão a infecção.

Também é importante dizer que nem sempre a laringite é decorrente de uma infecção. A utilização excessiva da voz, assim como reações alérgicas e a inalação de fatores irritantes, como a fumaça do cigarro, também podem irritar a laringe. A cronicidade tende a ocorrer em pessoas com refluxo gastroesofágico ou bronquite prolongada.

Quais os sintomas da laringite?

Os sintomas da laringite podem ser variados e dependem, entre outras coisas, do fato de o problema ser crônico ou agudo, bem como da sua etiologia. Entretanto, existem alguns sinais que são comuns a praticamente todas as variantes, em especial aqueles que estão relacionados com o processo de fonação, como a rouquidão e a perda da voz.

A dor é outro sinal importante, que pode ser percebido como um incômodo na garganta ou como a sensação de plenitude na região. O mesmo ocorre ao engolir alimentos ou deglutir líquidos. No caso de ser uma infecção bacteriana, é mais provável que possa ocorrer febre e, até mesmo, a presença de pus, assim como eventuais calafrios.

Também é muito comum que haja tosse, pigarros e, mais raramente, o aumento dos gânglios linfáticos no pescoço, no peito e na face. É importante frisar que todo esse quadro sintomático é muito parecido com o que ocorre em outras doenças respiratórias, como gripes, resfriados e pneumonias, o que reforça a importância de ir a uma consulta médica.

Como é feito o diagnóstico da condição?

O diagnóstico da laringite é feito pelo médico, por meio da análise estratégica dos sintomas apresentados e da história clínica do paciente em questão. Em linhas gerais, o especialista avalia atentamente o fundo de garganta, fazendo uso de um abaixador de língua e de uma lanterna, verificando se há vermelhidão no revestimento da laringe.

Não é comum fazer um pedido de exames mais específicos, como hemogramas ou laringoscopia, embora essa estratégia possa ser utilizada em alguns casos, em especial quando os sintomas permanecem por mais de três semanas. O mesmo ocorre se houver suspeita de infecção bacteriana, para a indicação do tratamento correto.

Como é feito o tratamento da laringite?

Como dissemos, na maioria das vezes, o quadro é autolimitado e tem resolução espontânea. Nessas situações, o médico apenas indica o uso de medicamentos analgésicos e anti-inflamatórios para aliviar a dor e trazer mais conforto para o paciente. A ingestão de líquidos e uma boa hidratação também são importantes.

O uso de remédios por conta própria, infelizmente, é bastante comum nesses casos, mas isso é algo que pode agravar o quadro ou trazer efeitos colaterais desnecessários. Se o especialista verificar que a laringite é de etiologia bacteriana, o tratamento envolverá antibióticos, geralmente prescritos por 7 a 10 dias.

Como podemos evitá-la?

Os próprios pacientes têm um papel fundamental não apenas durante o tratamento de uma faringite, mas também para prevenir que o quadro aconteça. O uso adequado da voz, sem excessos ou força excessiva, é um bom começo. Se o seu trabalho exige que você fale muito alto ou por muito tempo, a ajuda de um fonoaudiólogo é uma boa ideia.

Os hábitos também têm a sua contribuição, e ficar longe de agentes químicos nocivos, como a fumaça do cigarro, é imprescindível. Se você tem familiares que fumam, peça que o façam em ambientes abertos e longe do seu quarto, por exemplo. Além disso, beba bastante água e evite contato com alergênicos, tais como poeira, pó, pólen e mofo.

Agora, você já sabe o que é, como tratar e também quais são os principais sintomas de laringite. Caso apresente os sintomas, não deixe de marcar uma consulta com um médico do seu plano de saúde, de forma a descobrir quais são as causas e o tratamento mais indicado.

Gostou de aprender quais são os sintomas de laringite e como tratá-la? Então, não deixe de curtir a nossa página no Facebook para acompanhar as nossas próximas publicações.

Recomendado para você:

Postagens mais vistas: