Principais medicamentos prejudiciais à saúde

Principais medicamentos prejudiciais à saúde

541
0
SHARE

Todo mundo já ouviu falar várias vezes em sua vida que a automedicação é um perigo para a saúde – mas jogue o primeiro blister quem nunca tomou algum tipo de medicamento sem prescrição médica. Os escolhidos nessa hora geralmente são os analgésicos, afinal, o que mais se tem na correria da vida moderna é dor de cabeça.

No entanto, apesar das campanhas de conscientização, chega a ser comum tomar um remédio guardado há tempos na gaveta ou por indicação de um amigo ou vizinho, sem ter ideia do mal que pode fazer ao organismo quando consumido indevidamente.

Para evitar que isso aconteça, use as facilidades de marcar consultas pelo seu plano de saúde e tome apenas o que for receitado, na dose e assiduidade recomendadas pelo seu médico.

É bom, também, ficar a par dos principais medicamentos prejudiciais à saúde para evitar ao máximo qualquer complicação. Alguns deles são tão comuns que você jamais imaginara que estivessem na lista.

Conheça agora 10 dos medicamentos prejudiciais se tomados em excesso

Que qualquer coisa em excesso faz mal, todo mundo sabe. O problema é que quando há a automedicação, geralmente a pessoa não tem sequer ideia de qual é a dose certa. No caso desses medicamentos prejudiciais, os efeitos colaterais podem ser devastadores a médio e longo prazos.

Alguns deles fazem parte do dia a dia da maioria das pessoas. Confira 10 deles e repense sua forma de automedicar. Afinal, o plano de saúde está aí justamente para evitar situações como essa.

1 – Paracetamol

Super popular, é comum habitar a carteira da maioria das pessoas para casos de dor ou febre. No entanto, ele é capaz de causar danos ao fígado, porque ao ser processado em uma substância tóxica, a NAPQI.

Ela é tão prejudicial que o próprio organismo se sente obrigado a expulsá-la imediatamente, o que causa uma sobrecarga no fígado. A situação fica ainda mais complicada se administrado juntamente com anti-inflamatórios.

Sozinho ou combinado, o uso excessivo do paracetamol pode causar lesões no órgão, que podem se desenvolver para males como úlceras e até câncer.

2 – Neoaldina

A “Neusa”, como é carinhosamente chamada por seus “adeptos”, combate a febre e a dor através de um composto de dipirona, isometepteno e cafeína. O que a maioria das pessoas não sabe é que, em excesso, ela reduz os principais elementos do sangue: os glóbulos vermelhos, brancos e plaquetas, inclusive podendo causar choque anafilático. Em alguns países esse medicamento tem a venda proibida.

3 – Aspirina

Há uma lenda urbana de quem a apirina faz bem porque afina o sangue e minimiza o risco de infartos, mas o problema é justamente outro: ela é capaz de levar a insuficiências respiratórias e até a choque cardiovascular.

Quando misturada com álcool ou anti-inflamatórios, a aspirina pode causar úlceras e sangramento no estômago.

4 – Dorflex

Dormiu de mal jeito, machucou no esporte, acordou com torcicolo? Dorflex nele. Só que não: esse composto de dipirona, citrato de ofenadrina e cafeína é usado contra as dores musculres, mas a ofenadrina pode provcar coma e morte quando ingerida em excesso ou de forma inadequada.

5 – Torsilax

Para muita gente o Torsilax é um anti-inflamatório poderoso – e é mesmo, tanto que chega a machucar a mucosa que protege o estômago. É por causa disso que entre seus efeitos colaterais estão dores estomacais, vômitos, náuseas, cólicas e diarreias.

6 – Sal de Frutas Eno

Ele já é um clássico contra a azia e o mal estar estomacal, mas em apenas dois potinhos do produto há quase 1g de sódio. Para quem tem hipertensão ou condições cardíacas especiais, ele pode ser um veneno.

7 – Amoxil

Tão facilmente receitado para as criancinhas, esse antibiótico não é tão inocente quanto parece. O problema é que seu uso abusivo pode fazer com que as bactérias ganhem imunidade e ele simplesmente perca o efeito.

É preciso respeitar as doses recomendadas pelo médico para pacientes de qualquer idade.

8 – Adnax

A constirpação nasal pode causar taquicardia, dor de cabeça e até dor de garganta, sensações nada agradáveis para quem fica com o popular “nariz entupido”.

No entanto, pode ser preferível negociar com o médico do seu plano de saúde sobre tpecnicas alternativas para desobstruir as fossas nasais do que usar o Adnax.

O medicamento pode criar dependência, exigindo que precise de uma quantidade cada vez maior – ou a intervalos menores – para manter a respiração livre.

9 – Omeprazol

Para aliviar a dor de estômago, o medicamento promove a redução do suco gástrico – só que o uso em excesso faz justamente o oposto.

Por outro lado, o medicamento prejudicial também aos níveis de magnésio, o que pode causar problemas cardpiacos antes inexistentes.

10 – Adesivo Salonpas

Com princípio ativo de salicilato de metila e levomentol, pode ocorrer intoxicação caso o adesivo não seja absorvido de forma adequada pela derme. Essa situação é mais frequente quando o paciente está fazendo uso de outro tipo de medicamento.

Use seu plano de saúde e evite a automedicação

Estes são apenas dez dos muitos medicamentos prejudiciais ao seu organismo quando ingeridos de forma errada. A boa notícia é que quem tem plano de saúde não tem nem desculpa para passar aperto com a automedicação.

Você conta com uma gama muito grande de médicos em todas as especialidades, além de exames e procedimentos, em consultórios, clínicas, hospitais e laboratórios de qualidade.

Por isso, aos primeiros sintomas de que alguma coisa não vai bem com a sua saúde, agende uma consulta ou vá a um dos pontos de atendimento de urgência e emergência.

Nesses casos a carência é de apenas 24 horas, o que beneficia mesmo quem tem planos de saúde novos. Lembre-se que a automedicação pode ser mais prejudicial à sua saúde do que você imagina.

Quem não tem ainda não deve perder tempo para contratar um plano de saúde. É rápido, fácil e cabe direitinho no seu orçamento. Veja as operadoras que atuam na sua região, faça uma simulação online e converse com um dos nossos vendedores especializados. Ele vai tirar todas as suas dúvidas e apontar a melhor solução para o seu perfil.

Comments

NO COMMENTS

LEAVE A REPLY