fbpx
Ir para o conteúdo
Plano de Saúde para Empresas Planos de Saúde

Plano empresarial pode ser o que sua empresa precisa em 2020

Leitura: 9 min
1767 visualizações

Com a alta carga tributária, os empresários brasileiros sofrem para tornar sua atividade sustentável e, ao mesmo tempo, reter os melhores talentos, já que são eles que propiciam diferenciais frente à concorrência. Em um mercado de trabalho cada vez mais exigente e competitivo, é preciso buscar soluções que consigam atender a ambos os aspectos, como os incentivos fiscais oferecidos para os funcionários e que podem ser descontados dos impostos para pessoas jurídicas. Por isso, se a ideia é reduzir os impostos pagos às esferas públicas, o plano empresarial pode ser exatamente o que a sua empresa precisa em 2020.

Por que o plano empresarial pode ser tão importante para a sua empresa? 

Lidar com o pagamento de impostos e com a satisfação dos funcionários são desafios eternos a empreendedores de todos os tamanhos e em qualquer área – mas o interessante é que são também dois problemas que podem ser resolvidos apenas com uma única tacada certeira.

Várias pesquisas e estudos já comprovaram que funcionários felizes produzem mais e melhor e que o investimento no aumento da qualidade de vida dos colaboradores se reverte em maior criatividade, menor índice de faltas, mais satisfação com a empresa e, automaticamente, vendas e lucros maiores.

Por outro lado, outro tanto de pesquisas também já demonstraram que o plano empresarial está entre os benefícios mais desejados por funcionários de todas as áreas e, acreditem, de todos os níveis hierárquicos. Não é à toa, portanto, que o plano empresarial está sendo utilizado como estratégia para reter os melhores talentos e também para captar os profissionais mais valorizados do mercado. E o que isso tem a ver com dedução fiscal?

Saiba como fazer reduzir seu imposto de renda 

Imagem de homem fazendo cálculos

O incentivo ou benefício fiscal à pessoa jurídica é a eliminação ou redução, de forma direta ou indireta, de ônus tributário oriundo de norma específica ou lei e engloba, todos os benefícios dados aos trabalhadores pelas empresas, do vale-refeição ao plano de saúde, e que podem ser abatidos do imposto de renda. Só que, ao contrário dos gastos com educação, com o plano empresarial.

Assim, o empresário ou pessoa jurídica pode deduzir do imposto os gatos com a saúde ou estabelecer esse gasto com o plano empresarial como custo operacional – reduzindo o imposto a pagar. Não esqueça que, desde 1982, as empresas podem declarar os gastos com planos empresarial de seus funcionários como despesas operacionais no IR, gastos esses que podem ser repassados ao preço dos produtos. De uma forma ou de outra, a redução é de grande ajuda principalmente em tempos de incertezas políticas, inflação alta e economia instável.

Faça um plano empresarial agora mesmo e aproveite os benefícios 

Ao mesmo tempo, fazer um plano empresarial está cada vez mais fácil, são muitas as opções disponíveis no mercado, com uma grande variedade de plano que se encaixam em plano empresarial, das MEI”s às de grande porte. Os valores são bastante acessíveis e os serviços podem ser escalonados de acordo com a sua necessidade dentro da empresa.

Você pode, por exemplo, vincular a cobertura do plano à hierarquia dentro da empresa, usando o plano empresarial mais completo como uma forma de premiação ou bônus para os melhores funcionários. Dessa forma, além de dar o benefício a todos, você também incentiva o aperfeiçoamento e competitividade saudável no ambiente de trabalho.

Como funciona o plano de saúde empresarial

Os planos de saúde empresariais são divididos em dois grupos:

Coletivo empresarial

Aqueles que prestam serviços de assistência à saúde dos funcionários de uma determinada empresa devido ao seu vínculo empregatício ou relacionado aos regulamentos e normas de instituições públicas.

Coletivos por adesão

Estes são aqueles contratados por pessoas jurídicas de caráter profissional, classista ou setorial, como ocorre em conselhos, sindicatos e outras associações profissionais.

Como funciona o pagamento destes tipos de plano de saúde

No plano coletivo empresarial existe a possibilidade de efetuar o pagamento de duas maneiras: sendo pago total ou parcialmente pela empresa ou sendo descontado integralmente na folha de pagamento do colaborador. No caso do plano coletivo por adesão, o valor deve ser pago de maneira integral pelo beneficiário.

Quem pode contratar plano empresarial?

Os planos de saúde empresariais ou coletivos por adesão podem ser contratados por pessoas jurídicas, ou seja, devem estar identificados por um CNPJ.

Quem pode contratar estes planos de saúde são as pessoas contratadas por uma empresa, conselho, sindicato ou associação junto à operadora de planos de saúde para oferecer assistência médica e/ou odontológica aos trabalhadores vinculados a empresa e aos dependentes dessas pessoas (como dito anteriormente).

Carências no plano de saúde empresarial?

A carência é definida como o prazo estabelecido em contrato entre as partes envolvidas — beneficiário e operadora do plano de saúde — que determina o período de tempo que o beneficiário poderá utilizar o plano após sua contratação.

Importante ressaltar que, em planos de saúde empresariais com número igual ou superior a 30 participantes, os beneficiários que aderirem ao benefício em até 30 dias da assinatura do contrato não precisarão cumprir carência nem cobertura parcial temporária, conhecido pela sigla CPT.

Além disso, após 24h de contratação do plano,em todos os casos haverá cobertura para os casos de emergência ou urgência, respeitadas as limitações e segmentações (ambulatorial, hospitalar e referência) do plano de saúde em questão e contratado.

Preços

Um ponto que foi destacado no início deste conteúdo, revela a questão dos planos de saúde coletivos por adesão ou empresariais terem um número elevado no Brasil. A motivação disso é relativa aos preços e valores mais atrativos do que os planos contratados individualmente por pessoas físicas.

Isso ocorre pois no caso dos todos os tipos de plano de saúde empresarial, reúnem-se uma grande quantidade de pessoas com interesses parecidos ou iguais, fazendo com que haja um crescimento na escala de oferta do serviço para empresas fornecedoras deste benefício aos seus colaboradores.

É válido também dizer a importância de realizar uma cotação de acordo com as necessidades de cada empresa, instituição, associação, sindicato e etc. Pois cada uma pode incluir abrangência geográfica de atendimento, tipo de acomodação hospitalar, média da idade dos beneficiários, possibilidade de coparticipação de acordo com a sinistralidade e reajustes (que são realizados todo ano).

Tendência mundial 

E para quem pensa que só o brasileiro valoriza o plano de saúde por causa do SUS em frangalhos, muito se engana, essa é uma tendência mundial. Pesquisa realizada em 2015 e divulgada no ano seguinte nos Estados Unidos pela Student Loan Hero, por exemplo, mostrou que o plano de saúde ocupa o too da lista em quem procura o primeiro emprego, por exemplo.

O estudo, que ouviu 1.763 estudantes universitários, mostrou que 80% deles preferem um emprego que ofereça um bom plano de saúde do que empresas que paguem seu financiamento universitário ou ofereça férias pagas, por exemplo. Isso tudo aliado aos incentivos fiscais para as empresas mostram como o plano empresarial pode ser exatamente o que o seu negócio precisa para progredir ainda mais este ano.

Procure agora mesmo um dos nossos corretores especializados e veja como é fácil e rápido fazer um bom plano empresarial para seus funcionários. Em pouco tempo você verá na prática os ótimos resultados da sua escolha. Clique aqui!

Entenda qual é o melhor plano de saúde para você (e para o seu bolso!)Powered by Rock Convert
Bruno
SOBRE O AUTOR: Posts desse autor

Bruno Avelino

O melhor canal de informações sobre saúde, bem-estar e planos de saúde do Brasil. Conteúdos com credibilidade e que irão melhorar o seu dia a dia.

Recomendado para você:

Postagens mais vistas: