Blog Plano de Saúde

Plano de Saude para Bebe Tabela: conheça os benefícios!

Plano de Saúde para Bebe Tabela

Um Plano de Saude para Bebe Tabela é uma ótima opção para os pais que desejam o conforto e a praticidade de cuidar da saúde de seu recém-nascido sem problemas!

Neste conteúdo, além de falarmos sobre o Plano de Saude para Bebe Tabela – traremos assuntos como carências, inclusão de recém-nascido em plano, diferenciais e muitas outras informações relevantes!

CONFIRA ALGUNS PLANOS IDEIAIS!

Como escolher o melhor convênio?

Antes de falarmos mais sobre Plano de Saude para Bebe Tabela, é necessário ficar atento com as redes credenciadas que o seu plano de saúde para recém-nascido oferece — pois, é comum termos um médico de confiança que acompanhe seu filho desde os primeiros passos até a adolescência. Por conta disso, tenha atenção redobrada referente aos hospitais, consultórios e clínicas oferecidos e onde estão seus profissionais de confiança.

Por conta das grandes quantidades de vacinas durante o período da infância e adolescência, os custos com isso podem ser muito elevados. Vale ressaltar que grande parte dos planos não oferece um programa de vacinação; veja se o plano que você contratará oferece.

Se preocupe também em buscar um plano sem coparticipação (onde você paga uma porcentagem de todas as consultas e/ou exames feitos) — já que, por serem crianças, existe uma maior demanda de consultas e exames. Sendo assim, a coparticipação pode fazer você gastar muito mais.

O tipo de plano que pode ser o melhor é o ambulatorial — que oferece consultas, exames especializados. Entretanto, se você gosta de estar prevenido, uma das opções é o hospitalar, que é muito mais completo e oferece benefícios adicionais.

Conheça os métodos de contratação ou inclusão no seu plano!

Algumas mães e pais querem incluir o seu filho logo ao nascer em seus planos de saúde, mesmo a criança tendo a cobertura dos primeiros exames e, geralmente, um acompanhamento médico por 30 dias após o nascimento, feito pelo hospital que realizou o parto.

Pensar nessa inclusão é, de fato, favorável e um bom passo a ser dado. Porém, é de grande importância conhecer a adesão ao plano de saúde para recém-nascido, já que ela se dá de três maneiras:

Contratando um Plano de Saude no período de gestação!

O plano de saúde para bebê também pode ser contratado quando a mãe descobre a gravidez. Aqui entram duas questões, uma referente ao atendimento pré-natal, e a outra aos direitos do recém-nascido.

A mãe fará o plano para recém-nascido, contudo, terá a cobertura para todo o pré-natal, mas somente esse tipo de atendimento. Em caso de cobertura de saúde total, um novo plano deve ser feito em seu nome, além do da criança.

A segunda questão é que, por ser feito um plano antes da gravidez, o procedimento de inclusão segue normalmente, como foi indicado no primeiro tópico. Os pais têm até 30 dias para avisar ao plano de saúde que o bebê nasceu e passar a usufruir dos seus direitos de atendimento.

Inclusão do filho em um novo plano feito a partir do nascimento!

Você também pode fazer um novo contrato exclusivamente para seu filho, recorrendo a uma operadora do serviço após o nascimento da criança. Geralmente, esse tipo é buscado quando a mãe não tem um plano, mas deseja que o bebê tenha. Porém, é preciso ressaltar que isso só é possível nos de pessoa física, sendo os mais difíceis de serem encontrados.

Nesse caso, o contrato passa a valer conforme as normativas de uma nova adesão de um plano de saúde para recém-nascido. Prazos de carência, atendimento, liberação de exames e entre outros. Tudo ocorre como em qualquer outra situação.

Por saberem que crianças têm necessidades diferenciadas de atendimento, algumas empresas disponibilizam atendimento exclusivo para esses pequenos. A partir daí, planos com perfis mais focados no atendimento infantil são vendidos. Você pode ver com a sua operadora de planos de saúde se ela dispõe desse tipo de serviço.

Inclusão do filho no plano já existente!

Para incluir o filho no plano de saúde para recém nascido existente, a mãe ou os responsáveis já devem ter um serviço e apenas adicionar a criança para que ela recorra aos serviços também.

Segundo a normativa da ANS (Agência Nacional de Saúde), os pais podem fazer a inclusão de seus filhos recém-nascidos no plano de saúde da família gratuitamente nesses casos.

O bebê também passa a usufruir da mesma carência da mãe, desde que esse registro se faça com, no máximo, 1 mês após o nascimento. Então, a criança fica livre de cumprir todos os prazos de carência, considerando o contrato da mãe.

Se não existirem mais carências a serem cumpridas pela mãe, o bebê também não terá limitações na hora de usar o plano de saúde. Caso haja uma carência parcial, o mesmo acontecerá com a criança. Contudo, se a criança não for incluída dentro dos 30 dias, ela passará a ter 6 meses de espera antes de poder usufruir dos benefícios.

Período de Carência dos Planos de Saúde para Bebê!

De acordo com a ANS, a inscrição do filho recém-nascido (natural ou adotivo) é assegurada como dependente, aproveitando-se os períodos de carência já cumpridos pelo titular, observado o prazo máximo de 180 dias, desde que a inscrição ocorra no prazo máximo de 30 dias do nascimento ou da adoção.

Nenhuma operadora pode negar contrato para cliente, mesmo que esta pessoa já esteja com uma doença estabelecida e que necessite de tratamentos caros. Nestes casos, o único contratempo é que o tempo de carência é maior e é preciso esperar 24 meses para ter direito ao tratamento necessário.

Na hora de escolher o plano que mais combina com você, verifique aqui no site Plano de Saúde as operadoras que trabalham próximas a sua residência.

Aqui você encontra as empresas mais confiáveis do país, que estão espalhadas em dezenas de cidades e possuem centenas de hospitais e médicos credenciados.

Ao escolher a operadora que deseja, verifique as opções de planos para encontrar o que mais atende às suas necessidades.

Confira o Plano de Saude para Bebe Tabela!

Em média, um Plano de Saude para Bebe Tabela, que vá atender seu recém-nascido com conforto e qualidade, por ficar em média de R$ 140,00 até R$ 250,00 – dependendo bastante da operadora, tipos de plano e até mesmo redes credenciadas.

Muitas vezes, as vacinas, pediatria e exames preventivos já estão inclusos nos procedimentos oferecidos pelos planos. 

Consulte o melhor plano para seu recém-nascido aqui!

Sair da versão mobile