Ir para o conteúdo
Plano de Saúde Individual Plano de Saúde para Empresas Planos de Saúde

Plano de saúde individual ou empresarial? Saiba qual escolher

Leitura: 5 min
62 visualizações

Hoje no Brasil ficar sem um plano de saúde é viver dias de insegurança e total incerteza em relação ao futuro, afinal não dá mesmo para contar com o sucateado sistema público de saúde. O pior é que, infelizmente, não há previsão de melhora, já que a situação não melhora há anos, atravessando os mais diversos períodos políticos. Por outro lado, os planos de saúde mostra-se cada vez mais confiáveis, com preços que cabem nos mais variados tipos de bolsos e coberturas excelentes. No entanto, na hora de fazer a contratação, muita gente ainda tem dúvida se deve fazer um plano de saúde individual ou empresarial. A dica, então, é conhecer bem cada um e analisar sua possibilidades.

Veja como funciona o plano da saúde individual

Eles estão cada vez mais raros, sendo substituídos pelos planos coletivos por adesão, mas ainda há várias operadoras que trabalham com os planos individuais. Este tipo de plano é aquele que abrange apenas uma única pessoa, sem direito a dependentes, ou seja, ele não pode ser compartilhado. É uma boa opção para pessoas solteiras de qualquer idade, ou aquelas cujo companheiro ou companheira já tem um plano antigo individual e não vale a penas trocar para não perder a carência, por exemplo. Há vários tipos de planos de saúde individual, variando bastante em relação à cobertura, à forma de acomodação em clínicas ou hospitais (em quarto individual ou enfermaria) ou ainda se será com ou sem coparticipação. No primeiro caso, a mensalidade é menor ou pode até ser inexistente, mas é cobrada uma taxa de serviço a cada serviço prestado. Já os planos sem coparticipação tem uma mensalidade maior, mas não é necessário pagar nenhuma outra taxa adicional.

Plano de saúde empresarial: veja se é o melhor para você

Como o próprio nome já diz, este tipo de plano é voltado para empresas e pode ser oferecido pela corporação à qual você é vinculado ou pode ser contratado por quem é pequeno ou microempreendedores, inclusive MEI, desde que tenha um CNPJ ativo e com mais de 1 ano. Este é um segmento para o qual há uma opção imensa de planos, porque eles podem contemplar tanto empresas a partir de 2 vidas e sem limite máximo. Ele costuma ser mais em conta do que o individual na mesma proporção que mais vidas são inclusas. Há diversos tipos de coberturas, que podem variar de acordo com o cargo do empregado e a critério do empregador.

Os benefícios oferecidos variam de acordo com a quantidade de vidas contratadas, mas é bom lembrar que mesmo quando uma empresa oferece plano de saúde particular, ela não é obrigada a estender o benefício a todos os seus funcionários: a abrangência vai depender de acordos de classe e da política interna institucional. Eles também podem ser pagos integralmente pela empresa ou ser parcial ou totalmente pagos pelo empregado, também a critério da própria empresa e do que foi acordado previamente.

O que é melhor para o microempreendedor: individual ou empresarial?

Criado em 2009, o microempreendedor já chegou à incrível marca de 5 milhões de CNPJs que legalizaram ou criaram oportunidades para trabalhadores autônomos. Apesar de a lei permitir a contratação de empregados, muitos trabalham sozinhos e perguntam-se o que seria mais vantajoso na hora de contratar um plano de saúde particular: o individual ou o empresarial. De acordo com a Agência Nacional de Saúde (ANS), os planos empresariais chegam a ter mensalidades até 35% menores do que os individuais, favorecendo muito a relação custo-benefício. Mas é preciso atenção, porque as operadoras colocam algumas regras para que o plano empresarial possa ser contratado: além de ter CNPJ ativo na Receita Federal, todas as operadoras exigem um mínimo de pelo menos duas vidas inclusas no plano, ou seja, apenas o microempreendedor não pode contratar o empresarial.

A boa notícia é que é possível incluir funcionários ou familiares. Se, no entanto, a ideia é um plano de saúde apenas para o empreendedor, então este deverá contratar um plano individual.

Se ainda restou alguma dúvida a melhor coisa a fazer é entrar em contato com um vendedor autorizado e pedir uma simulação de preços entre ambos os planos, escolher o que melhor se encaixa no seu perfil e garantir logo um futuro de tranquilidade.

Recomendado para você:

Postagens mais vistas: