Ir para o conteúdo
Plano de Saúde para Empresas Planos de Saúde

Pagando o plano de saúde para seus funcionários

Leitura: 5 min
117 visualizações

Qual o empreendedor que não quer colaboradores motivados, com baixo índice de abstinência ao trabalho e com produtividade e criatividade potencializadas?

A receita para isso pode ser mais fácil do que você imagina e passa por um bom plano de incentivos – que tanto ajuda a fidelizar seus melhores funcionários, como a atrair os que mais valem a pena no mercado.

Pequenas ou grandes empresas, não importa, a saúde do trabalhador é essencial para conseguir os resultados esperados, disso ninguém duvida – e é, para quem não sabe, apontada como responsabilidade das empresas pelo próprio Ministério da Saúde. Por isso, um dos cuidados que mais criam diferenciais é justamente a oferta de um bom plano de saúde.

Aumente os benefícios sem precisar aumentar o salário

Ao oferecer um plano de saúde empresarialvocê estará estreitando ainda mais os laços com seus funcionários, investindo muito mais na sua equipe do que você imagina.

Você estará colaborando para que cada um deles tenha mais qualidade de vida, criando oportunidades de acesso à medidas preventivas, reduzindo problemas de abstinência ao possibilitar o tratamento das maiores causas de falta ao trabalho – dores nas costas, dor de cabeça, depressão, insônia e problemas cardíacos, por exemplo – e proporcionando também à família deles maior segurança e tranquilidade.

Por outro lado, os funcionários sentem-se mais valorizados pela empresa – e funcionários felizes e tranquilos trabalham mais e melhor.

Tudo o que for possível fazer para melhorar a qualidade de vida dos trabalhadores tem reflexo direto em sua funcionalidade, até mesmo horas de lazer bem aproveitadas com a família e os amigos. Mas para isso, a saúde é fundamental.

Dessa forma, você estará beneficiando sua equipe sem a necessidade de aumentar o salário – e é, hoje, considerado o terceiro benefício mais importante oferecido pelas empresas, de acordo com diversas pesquisas de mercado.

Mas como escolher o melhor plano de saúde empresarial?

Hoje, as operadoras de saúde privada oferecem diversas modalidades de planos empresariais, produzidas de forma a abranger as possibilidades dos mais diversos tipos de empresas.

Há, por exemplo, planos que podem ser feitos a partir de duas ou três vidas apenas, ideais para MEIs e pequenos empreendedores, e outros que oferecem serviços muito especiais para quem contratar um maior número de vidas.

A melhor forma de escolher o plano, no entanto, é ouvindo seus próprios funcionários: faça uma pesquisa através do departamento de RH e procure saber o que eles esperam de um plano de saúde.

Assim você pode ter uma ideia de quais serviços serão mais necessários e até ter uma estimativa da frequência com que serão procurados.

De posse desses dados, procure um corretor especializado, que indicará as melhores opções para o seu perfil e região.

Você pode optar por pagar integralmente o plano de saúde ou parte dele, sendo a outra parte paga pelo próprio colaborador – geralmente um percentual entre 10% e 20% de coparticipação a cada consulta ou exame, estimulando o funcionário a fazer um uso racional do plano, evitando despesas desnecessárias que sobrecarreguem o todo.

Também há operadoras que oferecem a possibilidade de customizar ainda mais os planos, criando níveis hierárquicos com ampliação gradual dos serviços de acordo com o cargo do funcionário. Tudo é uma questão de conversar com o seu corretor.

Como é feito o reajuste do plano de saúde?

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) determina o rol de procedimentos obrigatórios, mas no caso dos planos empresarias ou coletivos, ela não regulamenta índice do reajuste, determinando apenas que, entre empresas de 3 a 29 funcionários tenham a apólice reajustada anualmente de acordo com o índice de sinistralidade de toda a carteira de beneficiários da operadora.

Já de 30 ou mais funcionários, têm a opção de reajuste com base no índice de sinistralidade de apenas os funcionários abrangidos da empresa, mas especialistas indicam essa a melhor opção apenas para empresas cujo plano abranja de 100 colaboradores para cima.

Desta forma, as despesas de poucos funcionários que precisem de tratamentos caros, pesam mais em grupos pequenos.

O reajuste também é feito levando em conta outras variantes, como a inflação de itens médicos, e a faixa etária, já que com o avanço da idade os riscos aumentam. No entanto, é proibido o aumento para quem tem mais de 60 anos.

Hoje, fazer um plano de saúde empresarial para seus funcionários é apostar no sucesso da empresa.
Faça um orçamento sem compromisso pedindo uma simulação online e veja a sua produtividade crescer rapidamente.

Recomendado para você:

Postagens mais vistas: