Ir para o conteúdo
Dores e sintomas

O que é a Paralisia do Sono e seus tratamentos!

Leitura: 7 min
159 visualizações

A paralisia do sono é caracterizada como uma perda temporária das funções musculares enquanto você dorme. Geralmente, isso ocorre quando a pessoa está adormecendo, logo após ter adormecido ou enquanto está acordando.

De acordo com um estudo feito no EUA, as pessoas apresentam essa condição pela primeira vez entre os 14 a 17 anos de idade – sendo considerado algo comum, onde até 40% das pessoas experimentam ao menos uma vez essa condição.

Além disso, a paralisia do sono pode ocorrer junto com outros distúrbios do sono, como a narcolepsia – um distúrbio que causa sonolência avassaladora e “ataques de sono” repentinos durante o dia.

É importante ressaltar que a condição em destaque não é perigosa, embora possa parecer desesperadora para alguns.

Nesse texto, iremos abordar um pouco mais sobre esse assunto – falando mais sobre sintomas, causas, diagnóstico, possíveis tratamento e quais são os fatores de risco. Não perca!

Quais os fatores de risco para Paralisia do Sono?

Todo mundo, independente de idade e gênero, está suscetível a sofrer a paralisia do sono. Entretanto, existem alguns grupos de risco, que inclui pessoas que sofrem de:

  • Depressão maior;
  • Narcolepsia;
  • Insônia;
  • Transtornos de ansiedade;
  • Transtorno bipolar;
  • Transtorno de estresse pós-traumático;
  • Apneia do sono;
  • Dormir de costas – aumentam grandes chances de ter um episódio.

Muitas vezes, essa condição também pode ser causada por uma falta de conexão entre a mente e o corpo. Vale ressaltar que a má higiene ou a falta de hábitos adequados de sono podem provocar a paralisia.

Acha que tem alguns desses fatores? Faça uma cotação de um plano de saúde e cuide do seu bem-estar!

Quais são os principais sintomas?

Saiba que a paralisia do sono não é uma emergência médica. Uma das características mais comuns de um episódio pode ser vista como a incapacidade de se mover ou falar – isso pode durar de segundas a cerca de dois minutos.

Além disso, você pode sentir outros sintomas como:

  • Medo;
  • Dores musculares;
  • Suor;
  • Sensação de algo te empurrando para baixo;
  • Sensação de como se alguém ou algo estivesse na sala;
  • Paranoia;
  • Sensação de que irá morrer;
  • Experiências de alucinações durante, imediatamente antes ou após o sono;
  • Dificuldade para respirar;
  • Dores de cabeça.

Os episódios dessa condição podem terminar sozinhos ou apenas quando outra pessoa toca ou move você. É normal, às vezes, você estar ciente do que está ocorrendo, mas ainda assim não conseguir se mover ou falar.

Sente algum desses sintomas? Faça uma cotação de um plano de saúde e cuide do seu bem-estar!

É possível prevenir a paralisia do sono?

Sim! Mudanças no estilo de vida podem minimizar os sintomas ou até mesmo a frequência com que os episódios costumam ocorrer. Experimente:

  • Descansar o suficiente;
  • Praticar exercícios físicos regularmente;
  • Reduzir o estresse na rotina;
  • Acompanhar os medicamentos que toma;
  • Manter um horário regular de sono;
  • Entender e conhecer os efeitos colaterais e as interações de seus diferentes medicamentos para evitar os efeitos colaterais.

Se mesmo assim você não sentir uma melhora na sua condição, pode ser que ioga, exercícios de respiração para recuperar o senso de controle sobre o corpo, terapia ou aconselhamento de trauma sejam uma das opções mais viáveis.

Se sofrer de algum problema ou transtorno mental – como depressão ou ansiedade – tomar antidepressivos podem diminuir os episódios dessa condição do sono. Vale ressaltar que esse tipo de medicamento pode ajudar a reduzir o número de sonhos e, consequentemente, diminuir os episódios de paralisia do sono.

Como podemos diagnosticar?

Infelizmente, não existe nenhum exame médico que consiga diagnosticar essa condição do sono – apesar de não ser necessariamente necessário um exame para diagnosticar.  

O médico poderá perguntar sobre seus padrões de sono e o histórico médico. Eles também podem pedir que você mantenha um diário do sono – documentando sua experiência durante esses episódios.

Em alguns casos, o médico poderá recomendar que você participe de algum tipo de estudo do sono durante a noite para monitorar suas ondas cerebrais e respiração. Geralmente, isso só é recomendado se a paralisia do sono estiver fazendo com que você perca a vontade de dormir.

Existem tratamentos?

Existem alguns tratamentos. Os sintomas da condição em destaque geralmente desaparecem em questão de minutos e não causam nenhum efeito físico duradouro ou trauma. No entanto, a experiência pode ser muito perturbadora e assustadora.

A condição que ocorre isoladamente geralmente não requer tratamento. Mas aqueles que também apresentam sinais de narcolepsia devem consultar um médico. Isso é especialmente importante se os sintomas interferirem no trabalho e na vida doméstica.

Além disso, o médico pode prescrever certos medicamentos para ajudar a controlar sua paralisia do sono se a narcolepsia for a causa subjacente.

Os medicamentos mais comumente prescritos são estimulantes e inibidores seletivos da recaptação da serotonina (ISRS) – como a fluoxetina (Prozac). Os estimulantes ajudam você a ficar acordado.

Seu médico pode solicitar um estudo do sono chamado polissonografia. Os resultados do estudo ajudarão seu médico a fazer um diagnóstico, se você estiver apresentando paralisia do sono e outros sintomas de narcolepsia. Este tipo de estudo requer pernoite em um hospital ou centro de sono.

Neste estudo, um profissional de saúde colocará eletrodos em seu queixo, couro cabeludo e na borda externa de suas pálpebras. Os eletrodos medem a atividade elétrica em seus músculos e ondas cerebrais.

Eles também monitoram sua respiração e frequência cardíaca. Em alguns casos, uma câmera registrar seus movimentos durante o sono.

Muitos médicos acreditam que a chave para mitigar a paralisia do sono é melhorar a qualidade do sono, seguindo uma boa rotina de hora de dormir, que inclui garantir que a temperatura do ambiente esteja mantida baixa e evitando a luz azul antes de adormecer.

Quer fazer um tratamento sem gastar muito? Faça uma cotação de um plano de saúde e cuide do seu bem-estar!

Recomendado para você:

Postagens mais vistas: