Ir para o conteúdo
Saúde

Investimento em saúde vale a pena?

Leitura: 8 min
2411 visualizações

O investimento em plano de saúde apresenta vários benefícios, desde a conveniência do atendimento nos hospitais, até emergências e cirurgias.

O plano de saúde é uma maneira de investir e poupar, evitando-se despesas inesperadas com internações hospitalares, tratamentos e cirurgias no futuro.

O plano de saúde pesa cada vez mais no orçamento, então muitas pessoas perguntam a si mesmas se vale a pena continuar pagando. Os usuários se convencem quando observam que o custo de uma consulta particular representa o total do valor mensal do plano.

Atualmente, muitas pessoas estão migrando do sistema público para o privado, devido às precárias condições de atendimento do SUS.

Importância do investimento na saúde

Contratar um plano de saúde é primordial, já que o sistema público de saúde deixa muito a desejar.

As condições da saúde pública no país são precárias. Ambientes insalubres, falta de infraestrutura e filas imensas são alguns dos fatores que levam as pessoas a pagar por um plano de saúde.

O gasto com a saúde sempre vem em primeiro lugar, então é essencial poupar dinheiro, visando o nosso bem-estar no futuro.

Investimento em saúde nas empresas

É essencial que o ambiente nas empresas seja saudável, com o intuito de manter a motivação dos funcionários.

Sabendo que o grande diferencial das empresas são as pessoas, as companhias procuram investir mais na saúde, pois sem vitalidade os empregados não contribuem.

Investir na melhora do clima organizacional, além de planos de saúde com ampla cobertura e campanhas educativas, é uma estratégia que muitas empresas utilizam para ter colaboradores mais motivados, diminuindo, assim, o absenteísmo.

É importante saber:

Você deve notar dois pontos principais sobre a rede de hospitais, laboratórios e médicos conveniados ao seu plano:

  1. Nem todos os planos têm direito à internação hospitalar. Os planos que dão direito à internação hospitalar são os de tipo hospitalar com obstetrícia, hospitalar sem obstetrícia ou plano referência. Veja no seu contrato qual é o tipo do seu plano.
  2. Se atente à rede credenciada que seu plano cobre. Avalie bem na hora de contratar o plano de saúde quais são os hospitais, laboratórios e médicos a que você terá direito pelo seu plano. 

Especificamente sobre os hospitais, fique atento: sua operadora de plano de saúde só poderá descredenciá-los em caráter excepcional. Nesses casos, é obrigatório substituir o hospital descredenciado do plano por outro equivalente e comunicar essa mudança ao consumidor e à ANS com 30 dias de antecedência, exceto nos casos de fraude ou infração sanitária ou fiscal por parte do hospital retirado do convênio de saúde. 

Caso a operadora opte por descredenciar um hospital sem substituí-lo por outro equivalente, só poderá efetivar e comunicar a redução da rede hospitalar aos beneficiários após autorização da ANS.

Quais os benefícios de um plano de saúde?

Maior segurança e qualidade

O primeiro dos benefícios importantes de se ter um convênio de saúde é a segurança por saber que se porventura você ou seus familiares precisarem de um atendimento médico, receberão o melhor possível, sem ter que esperar por horas. Esse sentimento de segurança proporciona um imenso ganho na qualidade de vida.

Expectativa de vida

Tendo boas condições de manter uma saúde em dia, viver mais se torna apenas uma consequência. Além disso, a contratação do serviço garante muito mais tranquilidade ao saber que se alguma doença aparecer, você receberá um atendimento digno.

Coberturas nacionais

Vale a pena investir em um plano com cobertura nacional. Caso viaje muito, estará sempre tranquilo sabendo que esteja onde estiver, se algum acidente acontecer, você será atendido como merece.

Adoecer com menor frequência

Pode parecer contraditório, mas sim, quem conta com um convênio de saúde, possui mais facilidades em agendar consultas de rotinas. Conseguindo assim focar na saúde preventiva evitando doenças mais graves.

Rapidez para marcar exames

O mesmo vale para os exames médicos, quando se conta com um bom convênio de saúde, conseguir agendar e realizar um exame, por mais específico e/ou detalhado que ele seja, é muito mais fácil e rápido do que quando se conta apenas com o SUS.

Facilidade em consultas

Quando se depende do sistema único de saúde, muitas vezes existem listas de espera de meses para conseguir uma consulta médica. Quando você possui um convênio de saúde, é muito mais rápido e simples conseguir se consultar com um médico.

Conclusão

Hoje em dia, é muito importante ter um plano de saúde. Os idosos, por exemplo, devem contratar desde cedo, para evitar os reajustes elevados. Sempre é melhor prevenir do que arcar com gastos inesperados.

As empresas também precisam investir na saúde dos seus funcionários, a fim de criar condições mais favoráveis para o aumento da produtividade.

Caso deseje mais informações, confira o artigo “Por que fazer um plano de saúde? Conheça os benefícios”.

Como saber se o convênio que você deseja contratar é seguro?

Para saber se o plano de saúde que você deseja contratar é seguro, solicite à empresa que vende o plano de saúde o número de registro da operadora e do plano no banco de dados da ANS. 

Vá ao site da ANS, e acesse a seção de informações e avaliações de operadoras, lá você poderá: 

  • Conferir se os dados da empresa realmente existem, de modo a evitar golpes;
  • Conhecer o desempenho da operadora de planos de saúde no programa de qualificação da ANS, evitando empresas que oferecem atendimentos ruins e inadequados para, com o beneficiário; 
  • A posição que a operadora ocupa no ranking das empresas de planos de saúde que mais recebem reclamações dos seus consumidores, a fim de evitar futuros transtornos.

Como funciona o reajuste das mensalidades?

Os planos de saúde individuais ou familiares só podem ser reajustados de duas maneiras: 

  • De acordo com o reajuste anual, definido pela ANS, na data de aniversário do convênio; 
  • De acordo com o reajuste por mudança de faixa etária. 

Em relação ao segundo item, solicite a empresa que vende o plano de saúde os valores das mensalidades de todas as faixas etárias, desse modo você conseguirá ter alguma ideia desses valores. O primeiro reajuste por mudança de faixa etária acontece aos 19 anos de idade. Após isso, ele ocorre de 5 em 5 anos, sendo o último reajuste, aos 59 anos de idade.

Recomendado para você:

Postagens mais vistas: