fbpx
Ir para o conteúdo
Sem categoria

Veja 8 exames para homens que são essenciais para uma vida saudável

Leitura: 7 min
434 visualizações

Com o dia a dia corrido, muitas pessoas — principalmente os homens — deixam de lado os exames de rotina. Entretanto, realizar um check-up e consultar um médico é fundamental para manter a boa qualidade de vida e envelhecer com saúde. Assim, os exames para homens precisam ser feitos com regularidade a partir de certa idade.

Esse grupo de pessoas apresenta particularidades e necessidades diferentes das mulheres. Logo, os exames podem detectar algum problema que já esteja afetando a saúde ou que possa vir a causar uma doença no futuro.

Neste post, vamos mostrar 8 exames para homens que são essenciais para a manutenção da saúde. Confira!

1. Dosagem de hormônios da tireoide

A dosagem de hormônios da tireoide é feita por meio de um exame de sangue, permitindo que o profissional possa avaliar o funcionamento da glândula. Assim, é possível analisar se o paciente apresenta alterações sugestivas de hiper ou hipotireoidismo, ou outras condições que podem afetar a tireoide.

Após a identificação da alteração no funcionamento da glândula, o médico pode averiguar a necessidade de solicitar outros exames que auxiliam a identificar as causas dessas alterações, como dosagem de anticorpos ou ultrassom.

2. TGO e TGP

Os exames de TGO e TGP têm como função dosar essas enzimas, que permitem detectar possíveis problemas no fígado, incluindo câncer, cirrose e hepatite. Por se tratar de um exame inespecífico, a alteração nos resultados também pode estar relacionada a outros órgãos, o que indica determinadas condições, como infarto, pancreatite, doença celíaca e hipotireoidismo.

Sempre que a célula que apresenta TGO ou TGP sofre alguma lesão, as enzimas escapam para o sangue, o que aumenta a sua concentração sanguínea. Dessa maneira, as lesões aos tecidos ricos dessas enzimas (coração e fígado) causam um aumento dos níveis de TGP e TGO.

3. Dosagem de PSA

Esse exame é feito por meio de uma coleta de amostra de sangue que quantifica a presença de uma proteína conhecida como antígeno prostático específico. Ele é utilizado principalmente para a pesquisa de câncer de próstata em homens assintomáticos.

Além disso, o exame é um dos primeiros a serem realizados em pessoas que apresentam algum sintoma que pode ser provocado pelo câncer de próstata. Valores elevados da proteína podem indicar que existe alguma alteração na próstata, o que inclui crescimento benigno e inflamação.

Para os pacientes que apresentam um risco elevado para esse tipo de câncer, o que inclui parentes de primeiro grau que têm o tumor, obesos e homens negros, é recomendado fazer a dosagem de PSA anualmente a partir dos 45 anos.

4. Exame de próstata

Esse é um exame bastante temido pela maior parte dos homens, por falta de conhecimento ou por medo. Entretanto, não existe motivo para isso, já que é um exame essencial para a saúde masculina, pois auxilia na detecção do câncer de próstata e na identificação dos riscos de desenvolvê-lo.

O exame consiste na apalpação da próstata com o objetivo de averiguar se ela está inchada, com nódulos ou outra alteração sugestiva de câncer. Assim, o especialista insere o dedo indicador no reto do homem e verifica a consistência da glândula.

O procedimento é indolor, rápido e simples, fazendo parte da rotina do urologista. O exame permite que um câncer em estágio inicial seja detectado, possibilitando um tratamento menos agressivo e com chances maiores de cura. A sua indicação é a partir de 50 anos.

5. Dosagem de testosterona

A partir dos 40 anos, os homens podem ter uma redução gradual dos níveis do hormônio sexual masculino, a testosterona. Apesar de ser algo natural do envelhecimento, a queda pode ser acompanhada de alguma alteração física ou emocional que prejudica a qualidade de vida do homem.

Esse quadro é conhecido como andropausa, podendo ser tratado com a reposição hormonal. A dosagem de testosterona não é um exame de rotina, mas pode ser pedida pelo especialista se o paciente tiver determinados sintomas e sinais, como obesidade, perda de densidade óssea, depressão, alteração de humor, fraqueza muscular, cansaço, dificuldade de ereção e diminuição do desejo sexual.

6. Pesquisa de sangue oculto nas fezes

Esse exame é um teste que tem por objetivo avaliar a presença de pequenas quantidades de sangue nas fezes que não são vistas a olho nu. Portanto, detecta a presença de pequenos sangramentos no trato digestivo, indicando câncer de cólon, colite e úlceras.

Em geral, a pesquisa de sangue oculto nas fezes é solicitada pelo especialista a partir dos 40 anos ou quando há histórico de câncer de cólon em algum membro da família. Além disso, esse exame também é realizado para auxiliar no diagnóstico de algum problema inflamatório do intestino, como a Doença de Crohn.

É importante ressaltar que o resultado positivo não significa que o paciente tenha câncer, mas que é preciso investigar a origem do sangramento.

7. Sorologia para DSTs

Por mais que vários cuidados sejam tomados para evitar as DSTs, qualquer pessoa sexualmente ativa está sujeita a essa condição. Portanto, é fundamental fazer o exame de sorologia para doenças sexualmente transmissíveis periodicamente.

Logo, são indicados exames para HIV, sífilis, citomegalovirose e hepatite B e C. Algumas doenças podem levar anos ou meses para manifestar os primeiros sintomas, de maneira que o rastreamento delas é essencial ao longo da vida.

8. Colonoscopia

O câncer no intestino grosso ou no reto é bastante comum entre os homens, principalmente naqueles com mais de 50 anos. Para tratar e detectar esse problema o mais rápido possível, o ideal é realizar rotineiramente um exame de colonoscopia.

Nesse exame, um tubo óptico é introduzido no reto, realizando uma análise criteriosa da mucosa intestinal, procurando por sinais e feridas que possam diagnosticar qualquer irregularidade. Pacientes que tiveram ou apresentam parentes de primeiro grau que foram diagnosticados com câncer de intestino devem procurar um médico para ver a necessidade de realização do exame.

Como vimos, existem vários exames para homens que devem ser feitos com uma determinada frequência. Por isso, não deixe de consultar um médico para que ele possa indicar os exames ideais para você, auxiliando na prevenção de diversas doenças.

Gostou deste post e deseja complementar a sua leitura? Então, saiba por que se preocupar com a saúde e o bem-estar dos colaboradores!

Bruno
SOBRE O AUTOR: Posts desse autor

Bruno Avelino

O melhor canal de informações sobre saúde, bem-estar e planos de saúde do Brasil. Conteúdos com credibilidade e que irão melhorar o seu dia a dia.

Recomendado para você:

Postagens mais vistas: