fbpx
Ir para o conteúdo
Saúde do idoso

5 dicas para escolher um plano de saúde para aposentados

Dicas imperdíveis que vão te ajudar muito na hora da escolha!

Leitura: 6 min
1946 visualizações

Nem todos sabem, mas o convênio médico oferecido pela empresa pode ser utilizado com a chegada da aposentadoria. Quem garante esse direito é a Lei nº 9.656/98. Então, se você deseja escolher plano para aposentados, saiba que é preciso apenas manifestar o seu interesse para continuar usufruindo do serviço.

Além disso, a Justiça e a Agência Nacional de Saúde (ANS), por meio de regulamentação, determinam a permanência do plano nas mesmas condições de quando o aposentado atuava na empresa. Inclusive, tais direitos podem ser estendidos a quem já o utilizava como dependente. Porém, é importante atentar às regras para desfrutar deles.

Neste post, vamos explicar como funciona um plano de saúde para aposentados e dar 5 dicas-chave para você acertar na escolha. Confira!

 

Como funciona um plano de saúde após a aposentadoria?

Já sabemos que todo aposentado tem direito ao plano de saúde empresarial. Mas, para isso, é fundamental cumprir as regras estabelecidas em lei. Veja quais são elas:

  • o aposentado tem 30 dias para comunicar o interesse em continuar com o serviço, a contar da data em que a empresa confirma o direito;
  • é preciso ter contribuído por, pelo menos, 10 anos para usufruir do plano vitalício. Do contrário, cada ano de contribuição dá direito, ao aposentado, a utilizar um ano nos planos coletivos;
  • é necessário assumir o pagamento integral do convênio após a aposentadoria. Porém, se o plano for em regime de coparticipação, é possível contar com os subsídios da empresa e ter acesso ao serviço por valores mais baixos.

Quais os benefícios de um plano de saúde? 

Maior segurança e qualidade

O primeiro dos benefícios importantes de se ter um convênio de saúde é a segurança por saber que se porventura você ou seus familiares precisarem de um atendimento médico, receberão o melhor possível, sem ter que esperar por horas. Esse sentimento de segurança proporciona um imenso ganho em qualidade de vida.

Expectativa de vida

Tendo boas condições de manter uma saúde em dia, viver mais se torna apenas uma consequência. Além disso, a contratação do serviço garante muito mais tranquilidade ao saber que se alguma doença aparecer, você receberá um atendimento digno.

Coberturas nacionais

Vale a pena investir em um plano com cobertura nacional. Caso viaje muito, estará sempre tranquilo sabendo que esteja onde estiver, se algum acidente acontecer, você será atendido como merece.

Adoecer com menor frequência

Pode parecer contraditório, mas sim, quem conta com um convênio de saúde, possui mais facilidades em agendar consultas de rotinas. Conseguindo assim focar na saúde preventiva evitando doenças mais graves.

Rapidez para marcar exames

O mesmo vale para os exames médicos, quando se conta com um bom convênio de saúde, conseguir agendar e realizar um exame, por mais específico e/ou detalhado que ele seja, é muito mais fácil e rápido do que quando se conta apenas com o SUS.

Facilidade em consultas

Quando se depende do sistema único de saúde, muitas vezes existem listas de espera de meses para conseguir uma consulta médica. Quando você possui um convênio de saúde, é muito mais rápido e simples conseguir se consultar com um médico.

 

Quais as dicas para acertar ao escolher plano para aposentados?

Fique de olho nas dicas a seguir na hora de escolher plano para aposentados!

1. Confira as coberturas oferecidas

Verificar o que o plano de saúde cobre é fundamental para saber se ele atende às suas necessidades, principalmente em uma fase da vida que desejamos aproveitar com toda a tranquilidade e segurança. Por isso, investigue, antes, as especialidades e os procedimentos a que você tem direito.

2. Cheque a abrangência do plano

Quanto mais abrangente o convênio for, melhor. Afinal de contas, podemos precisar dele em momentos emergenciais ou de urgência. Quem pretende viajar mais ou já tem esse hábito, deve analisar em quais localidades o serviço é oferecido e se os estabelecimentos são referência em saúde.

3. Analise se ele atende às normas da ANS

Vinculada ao Ministério da Saúde, a ANS é a agência reguladora responsável pelos convênios médicos no Brasil. Logo, ao escolher plano para aposentados, é essencial averiguar se a operadora segue as normas determinadas por esse órgão, inclusive aquelas relacionadas ao serviço prestado a aposentados.

4. Tenha em mãos a documentação necessária

Reunir a documentação necessária facilita a inclusão no plano específico para a terceira idade. É preciso apresentar carteira de trabalho com comprovante de pedido de aposentadoria, carta de concessão, documentos pessoais do titular e dependentes (inclusive a certidão de nascimento dos filhos menores de idade, se for o caso) e comprovante de endereço.

5. Solicite a mudança para a modalidade de aposentadoria

Como mencionamos, o aposentado tem até 30 dias para manifestar o interesse em permanecer com o plano a partir do momento em que a empresa confirma esse direito. A modalidade anterior do convênio é cancelada e, durante o período, é preciso solicitar a portabilidade especial. Segundo a legislação, o cumprimento de prazos de carência é dispensado.

E então, o que achou das dicas para acertar na hora de escolher plano para aposentados? Lembre-se de que, para garantir sua tranquilidade e segurança, é fundamental optar por um convênio médico pensado justamente para as necessidades de quem está na terceira idade. No mais, basta aproveitar, de forma plena, essa fase tão importante da vida.

Já que chegou até aqui, aproveite a visita ao blog para conhecer agora mesmo os melhores planos de saúde para idosos do planodesaude.net.br!

Recomendado para você:

Postagens mais vistas: