fbpx
Ir para o conteúdo
Saúde

Entenda o que é a vacinação em massa

Sua importância, discussões e mais!

Leitura: 4 min
560 visualizações

Quando falamos de vacinação em massa, estamos nos referindo também à imunidade de rebanho – que consiste em indivíduos imunes vacinados que protegem, indiretamente, os não vacinados.

Isso consegue gerar a eliminação da circulação do agente infeccioso no ambiente, promovendo a proteção coletiva e de pessoas mais vulneráveis.

Nesse artigo, iremos discutir um pouco mais sobre vacinas, e como a vacinação em massa está acontecendo no Brasil e pelo mundo. 

 

O que é a vacina?

A vacina é uma preparação biológica, que pode fornecer imunidade adquirida para uma ou mais doenças.

Uma vacina, geralmente, contém um agente que se assemelha a um microrganismo causador de doenças – que é feito de formas enfraquecidas ou mortas do micróbio. São essas substâncias que vão conseguir imunizar a pessoa de determinada doença

 

Vacinação em Massa em São Paulo

A cidade de Serrana, localizada no interior do estado de São Paulo, foi escolhida para o teste de vacinação em massa por apresentar um alto índice de prevalência do coronavírus – ou seja, onde há pouco controle da pandemia. Será o primeiro lugar no mundo a ter uma vacinação em massa, com essa circunstância de vacinação!

Um dos principais motivos é a grande movimentação de pessoas pela cidade, que também servirá como um indicativo de como a vacinação em massa irá se comportar em locais onde há pouca – ou nenhuma – medida restritiva de funcionamento de comércio e circulação de pessoas. 

Esse estudo irá vacinar mais de 30 mil pessoas da cidade de Serrana – que segundo o IBGE, tem cerca de 45 mil habitantes. 

O principal objetivo deste projeto é estudar a eficácia da vacina, buscando entender se a epidemia pode ser controlada por meio da vacinação em massa; se a vacinação impede que o vírus seja transmitido de uma pessoa para outra e o impacto da vacinação na carga de doenças – em termos econômicos para o Sistema de Saúde. 

 

Vacinação em Massa no Mundo

Todo o mundo está se mobilizando para uma vacinação em massa, onde o esforço é para imunizar 65% da população global, de 7,8 bilhões de pessoas. 

Para que isso ocorra, as vacinas precisam ser distribuídas para um contingente de, ao menos, 5 bilhões de pessoas em todo o mundo. A logística dessa operação já tem tamanho e até mesmo duração estimada – serão 10 bilhões de doses aplicadas até o fim do ano de 2022. 

O grande desafio para promover essa campanha em âmbito global, é o de produzir, transportar, armazenar e aplicar as vacinas com segurança, capilaridade e velocidade. Tudo isso dando prioridade para grupos de risco, que devem receber as primeiras doses, evitando favorecer pessoas e países mais ricos – além de minimizar o desperdício. 

 

Eficácia das vacinas

Confira algumas percentagens referentes às vacinas produzidas ao redor do mundo para combater o coronavírus:

  • Pfizer-BioNTech – 95%
  • Moderna – 94%
  • Sputnik V – 91,4%
  • Oxford-AstraZeneca – 90%
  • Sinopharm-Pequim – 79,34%

Esses percentuais são da Organização Mundial da Saúde, que exige que o mínimo seja de 50%. referente a eficácia da Coronavac – parceria da Sinovac (Farmacêutica chinesa) com o Instituto Butantan – é de cerca de 50,38%.

Entretanto, em outros países, a vacina teve sucesso de 91,25%, assim como de 65,3% de eficácia em testes clínicos. 

 

Recomendado para você:

Postagens mais vistas: