fbpx
Ir para o conteúdo
Bem estar dores Planos de Saúde

Dores no corpo e nas juntas: saiba as causas e o tratamento

Leitura: 10 min
1252 visualizações

Anda sentindo dores no corpo e nas juntas, mas não sabe o que é? Então, o melhor a ser feito é agendar uma consulta com o médico o mais rápido possível. Afinal, esses são os sintomas de uma série de doenças, muitas delas responsáveis por danos irreversíveis. Portanto, investigar a origem do desconforto para tratá-lo de forma adequada é fundamental.

Muitas vezes, acreditamos que determinadas dores são passageiras e frutos de dias de estresse ou oriundas de algum momento perturbado pelo qual passamos. Porém, quando elas persistem e se intensificam, o sinal de alerta deve ser ligado. Lembre-se de que quanto mais tempo você demora para procurar ajuda, maiores são as chances de o quadro agravar.

Neste super post, vamos mostrar quais são as causas das dores no corpo e nas juntas, os sintomas das enfermidades que atingem as articulações, como é feito o diagnóstico delas e qual a melhor forma de tratá-las. Confira!

Quais são as causas das dores no corpo e nas juntas?

Muitas vezes, as dores no corpo e nas juntas indicam, na verdade, problemas nos músculos, nos tendões e nos ligamentos. Entre as doenças que provocam tais sintomas, podemos citar a tendinite e a bursite. Nesses casos, a articulação pode ou não inflamar. Se for afetada, ficará inchada e quente — em determinadas situações, até mesmo avermelhada.

Na maior parte das vezes, porém, dores instaladas em diferentes regiões do corpo são sinais de artrite. Embora ataque principalmente as articulações dos membros, a doença também pode afetar as juntas que formam a coluna vertebral e a pelve, por exemplo. Os sintomas são sentidos quando o indivíduo se movimenta e, algumas vezes, durante o repouso.

A artrite pode ser aguda ou crônica. A depender de cada tipo, a inflamação nas articulações é provocada pelas seguintes razões:

  • infecção por vírus;
  • atrite reumatoide, psoriática, reativa (que se desenvolve depois de infecção no trato digestivo e urinário) e idiopática juvenil (que afeta as crianças);
  • gota ou pseudogota;
  • lúpus eritematoso sistêmico;
  • osteoartrite;
  • doença de Lyme (em geral, transmitida por carrapatos de veado);
  • gonorreia.

Já a lista de doenças que provocam dores nas articulações, mas têm origem em outras estruturas, inclui a bursite, a tendinite, a fibromialgia e a polimialgia reumática (inflamação da membrana que reveste as juntas). Por esse motivo, a qualquer sinal de que há algo errado com a saúde, é fundamental buscar ajuda médica, a fim de que o diagnóstico e o tratamento adequados sejam realizados o quanto antes.

Artrite reumatoide

Uma das principais causas das dores no corpo e nas juntas é o que chamamos de artrite reumatoide, doença crônica que requer tratamento. Sua origem está relacionada a fatores genéticos e ambientais, assim como à má postura e a movimentos repetitivos no trabalho. Muitas vezes confundida com outras patologias ou com a chegada do envelhecimento, geralmente ela aparece por volta dos 30 aos 40 anos.

Trata-se de uma inflamação nas articulações e, também, em regiões como ombros, tornozelos, joelhos, cotovelos ou, até mesmo, coluna cervical, olhos e pulmão. Ao afetar os músculos e os nervos, a artrite causa dor, rigidez intensa e vermelhidão nas juntas, além de febre e cansaço, entre outros sintomas. Há relatos de pessoas que têm dificuldade para colocar os pés no chão ou, até mesmo, pegar uma escova de dente.

A depender de cada quadro, o tratamento da artrite reumatoide é medicamentoso e requer o acompanhamento multiprofissional (reumatologista, fisioterapeuta, terapeuta ocupacional, cirurgião ortopedista, fisiatra e clínico especializado em dor). A assistência médica visa a regressão das inflamações e a prevenção das deformidades corporais.

Em uma fase avançada da doença, são necessárias a confecção de órteses e adaptações para conservar a independência, a autonomia e a capacidade funcional do indivíduo durante as atividades do dia a dia. Hábitos como adotar uma postura adequada e ter cuidados dentro do lar são essenciais para uma recuperação de sucesso e para evitar complicações.

Quais são os sintomas das doenças que afetam as articulações?

Os sintomas mais comuns das enfermidades que provocam dores no corpo e nas juntas são a febre, a erupção cutânea e a presença de aftas, a depender da origem do problema. Além disso, é preciso dar atenção às seguintes ocorrências:

  • inchaço nas articulações;
  • vermelhidão e sensação de queimação;
  • manchas na região;
  • dor no tórax e no abdômen;
  • dificuldade para respirar;
  • tosse;
  • sudorese e calafrios;
  • perda de peso;
  • lesões nas genitais, na boca e no nariz;
  • dor e vermelhidão nos olhos.

Como é feito o diagnóstico?

Muitas vezes, o local afetado sinaliza o tipo de doença que o paciente tem — isso favorece o diagnóstico médico. Para confirmar a suspeita, no entanto, é preciso uma investigação mais cuidadosa. Em uma primeira consulta, o profissional analisará os sintomas e o histórico do indivíduo para, em seguida, realizar o exame físico. Assim, poderá encontrar a origem das dores.

O exame físico executado pelo médico envolve:

  • a análise das articulações, incluindo a procura por pontos quentes, vermelhidão, inchaço, sensibilidade e ruídos no momento em que são movimentadas;
  • a movimentação das juntas pelo próprio paciente e, depois, pelo médico, a fim de verificar qual ponto provoca a dor e se existe inflamação;
  • a avaliação de órgãos como os olhos, a boca, o nariz e os genitais, a fim de investigar se há lesões ou inflamações;
  • a análise da pele para verificar se existem erupções;
  • o apalpamento dos nódulos linfáticos;
  • o teste funcional do sistema nervoso;
  • a observação do funcionamento do coração e do pulmão.

Já a relação de exames realizados pode englobar:

  • os testes do líquido articular, para analisar se há inflamação e infecção no material coletado. A presença de cristais, por exemplo, aponta gota ou enfermidades relacionadas;
  • os testes sanguíneos para autoanticorpos, que indicam patologias autoimunes, como a artrite reumatoide;
  • a velocidade de hemossedimentação (VHS), um exame que analisa o comportamento das hemácias em um tubo de ensaio contendo sangue;
  • a avaliação da proteína C-reativa. O aumento da substância no sangue sinaliza inflamação;
  • exames de imagem (radiografia, tomografia computadorizada e ressonância magnética), caso haja suspeita de tumores ósseos e articulares.

Como tratar as dores nas articulações e no corpo?

O tratamento das dores no corpo e nas juntas varia conforme as suas origens. Para quem tem uma doença autoimune, como o lúpus, é preciso prescrever um medicamento que controle o sistema imunológico. Já indivíduos diagnosticados com gonorreia devem ser tratados com antibióticos.

Porém, em muitas situações, as dores são aliviadas com anti-inflamatórios não esteroides antes de o médico fechar o diagnóstico. Outra forma de abrandar o desconforto é por meio da imobilização da articulação com o emprego de uma tala ou uma tipoia. Ou seja, tudo vai depender das necessidades de cada paciente.

Há, ainda, a possibilidade de aplicar calor (bolsa térmica) sobre o local para amenizar as contrações musculares em volta das articulações. Por outro lado, a utilização de gelo diminui a dor provocada pela inflamação. No entanto, a pele precisa ser protegida — tanto das temperaturas muito altas como baixas.

Com a redução da inflamação e da dor, a recomendação é realizar fisioterapia, a fim de recuperar os movimentos ou preservar a sua amplitude, além de fortalecer os músculos. Especialmente para quem tem artrite crônica, o conselho é praticar exercícios físicos regulares sob acompanhamento especializado para evitar a rigidez permanente das articulações e a atrofia muscular.

E então, aprendeu quais são as causas das dores no corpo e nas juntas e como tratá-las? Lembre-se de que a origem desse sintoma pode indicar diversos tipos de doenças, algumas delas decorrentes de problemas em outras estruturas que não sejam a articulação. Por esse motivo, é fundamental procurar o médico para receber o diagnóstico correto e iniciar o tratamento adequado o quanto antes.

Está sentindo dores e precisa se consultar, mas não tem plano de saúde? Acesse o site planodesaude.net.br e encontre o convênio médico perfeito para você e sua família agora mesmo!

Entenda qual é o melhor plano de saúde para você (e para o seu bolso!)Powered by Rock Convert

Recomendado para você:

Postagens mais vistas: