fbpx
Ir para o conteúdo
Coração Dieta Saúde

Cuidando da Hipertensão Arterial em 10 passos simples

Leitura: 6 min
977 visualizações

No Dia 26 de abril é comemorado o Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão Arterial, uma doença que acomete uma a cada quatro adultos no Brasil. Na população acima de 59 anos esse índice sobe para 30%, para 50% entre pessoas dos 60 aos 69 anos – e para 75% em quem tem mais de 70 anos.

A prevalência é um pouco maior em homens (38%) do que em mulheres (32%), mas ambos devem tomar cuidado. Afinal, os números são assustadores. Para quem tem plano de saúde é muito mais fácil prevenir e tratar a hipertensão arterial com médicos especializados.

Como ela pode acarretar outros males, muitas vezes o tratamento precisa ser multidisciplinar. Veja agora como cuidar da hipertensão arterial em 10 passos simples, mas que precisam ser seguidos rigorosamente.

Antes de mais nada, entenda o que é hipertensão arterial

A hipertensão arterial não tratada ou tratada inadequadamente pode ser um pesadelo para homens e mulheres. De acordo com a Sociedade Brasileira de Hipertensão, ela é responsável por 80% dos derrames, 40% dos infartos e 25% dos casos de insuficiência renal terminal.

Há vários níveis de pressão arterial em pessoas maiores de 18 anos. A considerada ótima é aquela compreendida entre 12 (sistólica) e 8 (diastólica). A normal, é a 13 x 9 e, a limítrofe, a compreendida entre 13 e 13,9 x 8,5 – 8,9.

Ainda que sua prevalescência seja entre o público adulto, ela também atinge 5% das crianças e adolescentes brasileiras. Por isso, as medidas preventivas devem ser tomadas desde cedo – mas nunca é tarde para começar.

hipertensão arterial

Apenas 23% controlam adequadamente a doença

De acordo com o Ministério da Saúde, mais de 17 milhões de brasileiros são hipertensos, incluindo aí 14% da população até 34 anos. Ainda assim, apenas 23% dos hipertensos controlam a doença adequadamente. Os planos de saúde têm importante papel na prevenção e controle, já que oferecem especialistas em todas as áreas.

Seus principais sintomas são dor de cabeça na região da nuca, sensação de cansaço, visão turva, sangramento no nariz, náusea e vômito, além de tontura. Em 90% dos casos, a hipertensão arterial é hereditária, apenas a minoria é causada por doença relacionada. Distúrbios endocrinológicos, como os das suprarrenais e da tireoide, por exemplo, são algumas delas.

10 passos simples para cuidar da sua pressão arterial

No entanto, alguns fatores de risco influenciam os níveis de hipertensão arterial, em qualquer dos casos. O estilo de vida é diretamente relacionado a eles. Mas, seguindo 10 passos simples, você pode prevenir e cuidar da sua hipertensão arterial:

1 – Meça sempre a pressão arterial. Quem tem hipertensão deve ir ao cardiologista a cada 6 meses. Quem tem pressão normal (até 12 x 8), deve ir ao cardiologista do plano de saúde uma vez por ano.

Lembre-se que 90% das pessoas com mais de 55 anos podem desenvolver hipertensão arterial, mesmo quem teve pressão normal a vida inteira. E as crianças também devem ter sua pressão acompanhada pelo pediatra.

2 – Pratique atividades físicas regulares. O ideal é todos os dias, mas procure praticar pelo menos entre 4 e 5 vezes por semana, durante 40 minutos. Os exercícios melhoram a circulação do sangue e oxigenação das células e fortalecem o coração.

3 – Tenha uma alimentação saudável. Vá ao nutricionista do plano de saúde e peça um plano alimentar individualizado. Evite ingerir sódio, alimentos gordurosos, frituras e industrializados. Opte por uma alimentação mais natural em sua dieta, com frutas, legumes e verduras.

4 – Evite o sobrepeso. O sedentarismo aliado ao sobrepeso pode matar. Procure manter o peso ideal também nas crianças, evitando a obesidade e todas as doenças decorrentes dela.

5 – Pare de fumar. O tabagismo é um fator de risco para diversas doenças, entre elas a hipertensão arterial.

6 – Reduza o consumo de álcool. Estudos mostram a prevalência de hipertensão arterial sistêmica em consumidores pesados de álcool equivale ao dobro da observada em abstêmios e consumidores leves.

7 – Mantenha o tratamento durante toda a vida. A hipertensão é uma doença crônica que não tem cura, mas pode ser controla e evitar que seus efeitos colaterais afetem outros órgãos.

8 – Jamais se automedique. Siga sempre as orientações do seu médico do plano de saúde e nunca modifique sua receita por conta própria.

9 – Evite o estresse. Os mecanismos emocionais podem desencadear picos de pressão alta. Procure a convivência com pessoas agradáveis e fuja dos aborrecimentos.

10 – Se ame mais. Tenha mais tempo para fazer o que você gosta, cuide da sua imagem, do seu corpo, por dentro e por fora. Aumente seu tempo de lazer, com a família e os amigos.

Seguindo esses passos você conseguirá prevenir e controlar a hipertensão, ganhando muito mais qualidade de vida.

hipertensão arterial

(Fontes: Sociedade Brasileira de Hipertensão, Minha Vida, Coração Alerta, Terra – Saúde, Cisa)

Não tem plano de saúde ainda? Então não deixe para depois. Faça uma simulação online e converse com um vendedor. Ele o ajudará a contratar o plano de saúde perfeito para o seu perfil.

Recomendado para você:

Postagens mais vistas: