fbpx
Ir para o conteúdo
Saúde

Como funciona a harmonização facial?

Saiba tudo sobre o procedimento!

Leitura: 6 min
125 visualizações

A harmonização facial é um procedimento estético que torna o seu rosto mais harmonioso quanto aos ângulos da face. Muitas pessoas famosas aderiram, e os resultados são diversos!

Nesse texto, iremos falar um pouco mais sobre a harmonização – indo desde o funcionamento do procedimento, até os riscos que ele pode provocar.

 

O que é a harmonização facial?

Chamamos de harmonização facial a técnica de preenchimento facial – que não envolve cirurgia – e que consegue promover um alinhamento e a correção dos ângulos da face, fazendo com que eles estejam em harmonia. Esse procedimento consegue enaltecer a beleza do rosto ou até mesmo realçar características faciais. 

A partir de uma análise das proporções faciais, avalia-se os pontos que precisam ser preenchidos. Os pontos podem ser:

Lábios – onde podemos alongá-los ou aumentar o volume;

Nariz – onde podemos elevar ou rebaixar a ponta e até mesmo alinhar ou aumentar a largura do dorso;

Mandíbula – uma das partes mais visíveis da harmonização, onde podemos definir, aumentar o ângulo ou executar um alongamento;

Mento – pode aumentar a largura, altura ou a projeção do queixo;

Malar – definindo ou aumentando a projeção das maçãs do rosto. 

 

Como funciona a harmonização?

A primeira etapa é a análise da face – que serve para determinar os traços que precisam ser modificados, para que todo o conjunto se torne proporcional e harmonioso. Nessa primeira etapa, são avaliados alguns aspectos de cada parte do rosto, como:

 

Mandíbula – deve-se notar se o procedimento dará mais definição ao ângulo ou se ela deve ser alongada;

Lábios – analise se há necessidade de colocar mais volume ou repor o volume perdido, além de ver se precisa-se que sejam ou não alongados;

Contorno – avalia-se se precisa alongar ou conferir mais projeção, identificando os pontos de preenchimento; 

Rugas e sulcos – quando esses sinais são proeminentes, avalia-se suavizá-los;

Supercílios – análise a distância entre a região do supercílio e os olhos, para identificar se é preciso elevar ou corrigir o ângulo;

Nariz – analise se é preciso modificar a ponta e se é necessário corrigir a largura ou o alinhamento do dorso;

Malar – avalia-se se as maçãs do rosto e sua projeção precisam ficar mais evidentes ou serem aumentadas.

 

Como é feito esse procedimento?

Existem diversas técnicas de harmonização facial – que vão de acordo com o objetivo do procedimento e o desejo da pessoa. A equipe consiste em vários profissionais de diferentes áreas. Algumas técnicas podem ser vistas como:

Botox

A aplicação de botox ajuda a levantar e corrigir o ângulo das sobrancelhas, suavizar rugas de expressão e entre outros. O botox provoca o relaxamento do músculo, prevenindo a formação de rugas – isso por conta da toxina botulínica. 

Procedimentos dentários

E não é apenas de procedimentos estéticos no rosto que a harmonização consiste, é necessário também um tratamento nos dentes – seja por meio de implantes, aparelho ou até mesmo clareamento. 

Preenchimento do rosto

O ácido hialurônico é a principal substância usada no preenchimento facial, tendo o principalmente objetivo aumentar o volume das maçãs do rosto, lábios e até mesmo o queixo. Não podemos esquecer que a substância também pode ajudar nas rugas, nivelar os sulcos e acabar com olheiras profundas. 

Peeling

Esse procedimento consiste na aplicação de substância ácidas que ajudam na descamação leve da camada externa da pele – suavizando linhas de expressão, estimulando a renovação celular e ainda conferindo tons uniformes para a pele. 

Lifting facial

Esse procedimento usado na harmonização, é feito através da inserção de fios de ácido polilático – que promove efeito lifting ao puxar os tecidos, sem que seja necessária a intervenção cirúrgica. 

Bichectomia

Sendo um procedimento cirúrgico, consiste na remoção de pequenas bolsas de gordura acumuladas em ambos os lados do rosto, realçando as maçãs do rosto e, consequentemente, afinando o rosto. 

Microagulhamento 

Essa técnica consiste em milhares de microlesões na pele – estimulando a produção do colágeno – conferindo mais firmeza e suavizando manchas e cicatrizes. 

 

Em quanto tempo é possível ver os resultados?

As mudanças já são notadas logo no fim do procedimento. Entretanto, recomenda-se aguardar de 15 a 30 para que o inchaço passe para fazer uma avaliação completa – e realizar retoques caso seja necessário.

Muitas vezes, a harmonização facial dura por tempo ilimitado, entretanto, dependendo de alguns procedimentos, pode ser necessário retoques a cada 6 ou 12 meses – e isso reflete no modo como executou a harmonização.

 

Quais são os riscos da harmonização facial?

A harmonização é considerada um procedimento seguro na maioria das vezes, mas quando não é realizada por um profissional capacitado ou a técnica não é executada da maneira correta, o procedimento pode ter muitos riscos – como obstrução do fluxo sanguíneo no local, necrose e até mesmo deformação do rosto.

Vale ressaltar que, se não houver condições adequadas de higiene, as chances de desenvolver uma infecção grave são altas! Além disso, se o procedimento for realizado muitas vezes, pode fazer com que o músculo local fique enfraquecido e a pele se torne flácida. 

 

 

 

 

Recomendado para você:

Postagens mais vistas: