fbpx
Ir para o conteúdo
Planos de Saúde

Como funciona a cotação de plano de saúde?

Tire suas dúvidas sobre o assunto!

Leitura: 7 min
162 visualizações

É importante lembrar que a cotação de plano de saúde é um dos fatores fundamentais na hora de fazer a escolha de uma assistência médica – seja para você, sua família ou até mesmo sua empresa.

Quando falamos de cotação, nos referimos ao valor – ou seja – o preço inicial de um plano de saúde. Dependendo dos benefícios que o plano oferece, esse valor pode ser maior ou menor. Apenas uma pequena diferença na cotação de plano de saúde pode influenciar muito na escolha das operadoras de saúde.

 

O que é o plano de saúde?

A saúde é denominada como o estado completo de bem-estar, e que permite que qualquer ser vivo tenha uma boa qualidade de vida. Sabendo que os planos governamentais desta área são (em certa) medida defasados, e que também não são capazes de atender a toda população, muitas pessoas acabam optando por um plano de saúde que oferece assistência médica e hospitalar privada através das operadoras de planos.

Se você for uma pessoa que pensa de modo preventivo com seu bem-estar, e que foca na sua qualidade de vida, é necessário prestar atenção na cotação de plano de saúde particular, e outros fatores que podem garantir a assistência à sua saúde necessária para que se atinja o máximo de sua disposição física, mental e social. Além de você poder recorrer ao médico quando ficar doente, também existem outros benefícios (dependendo do seu tipo de plano) que um convênio pode oferecer, como: 

  •         Atendimento de qualidade;
  •         Atendimento de urgência ou emergência; 
  •         Facilidade de acesso a consultórios e hospitais credenciados;
  •         Facilidade de marcar consultas online ou por meio de call centers;
  •         Possibilidade de portabilidade, caso você mude para outra região;
  •         Preços mais em conta;
  •         Acesso a diversas especialidades médicas. 

 

Fatores que influenciam na cotação do plano de saúde

Um dos fatores principais, e que principalmente influencia na cotação de plano de saúde é em questão sobre a quantidade de serviços que o plano de saúde dá direito ao beneficiário. Por exemplo, um plano de saúde que apenas inclua consultas e exames normalmente (e tendencialmente) é mais barato que outro que também ofereça junto tratamentos odontológicos e o direito à internação hospitalar emergencial. 

Outra condição importante a se destacar sobre a cotação de plano de saúde, é que, o plano que só concede direito ao atendimento na cidade em que você mora tende a ser mais barato do que outro que permita que você seja atendido em qualquer lugar do país. 

A idade do beneficiário, também é destacada como um fator muito significativo e que influencia diretamente no preço de um plano de saúde. Quanto mais idoso o beneficiário for, maiores são as chances de que ele precise usar os serviços de saúde com mais frequência, e por isso, as operadoras tendem aumentar com o valor do convênio.

 

Como funciona o reajuste de mensalidade?

Os planos de saúde individuais ou familiares só podem ser reajustados de duas maneiras: 

  •         De acordo com o reajuste anual, definido pela ANS, na data de aniversário do plano; 
  •         De acordo com o reajuste por mudança de faixa etária. 

Em relação ao segundo item, solicite à empresa que vende o plano de saúde os valores das mensalidades de todas as faixas etárias, desse modo você conseguirá ter alguma ideia desses valores. O primeiro reajuste por mudança de faixa etária acontece aos 19 anos de idade. Após isso, ele ocorre de 5 em 5 anos, sendo o último reajuste, aos 59 anos de idade.

 

O que o plano de saúde não cobre?

Agora que já sabemos mais sobre cotação de plano de saúde, que tal entender as coberturas? Os planos de saúde não podem negar a realização de um exame, especialmente se ele for solicitado por um médico, a fim de definir um diagnóstico médico.

Além de fiscalizar e regulamentar todo o setor, apenas a ANS pode e permitir exclusões de tratamentos e exames de acordo com a legislação, exclusões essas que inicialmente são situações como apenas como as seguir:

  •         Tratamento clínico ou cirúrgico experimental;
  •         Procedimentos clínicos ou cirúrgicos para fins estéticos;
  •         Órteses e próteses com foco na estética;
  •         Inseminação artificial;
  •         Tratamento de rejuvenescimento;
  •         Tratamento de emagrecimento com finalidade estética;
  •         Fornecimento de medicamentos importados não-nacionalizados.

Esses são apenas alguns exemplos dos procedimentos e situações que podem ser negados pelos planos de saúde, segundo as regras impostas pela ANS.

 

Quais os benefícios? 

Maior segurança e qualidade

O primeiro dos benefícios importantes de se ter um convênio de saúde é a segurança por saber que se porventura você ou seus familiares precisarem de um atendimento médico, receberão o melhor possível, sem ter que esperar por horas. Esse sentimento de segurança proporciona um imenso ganho na qualidade de vida.

Expectativa de vida

Tendo boas condições de manter uma saúde em dia, viver mais se torna apenas uma consequência. Além disso, a contratação do serviço garante muito mais tranquilidade ao saber que se alguma doença aparecer, você receberá um atendimento digno.

Coberturas nacionais

Vale a pena investir em um plano com cobertura nacional. Caso viaje muito, estará sempre tranquilo sabendo que esteja onde estiver, se algum acidente acontecer, você será atendido como merece.

Adoecer com menor frequência

Pode parecer contraditório, mas sim, quem conta com um convênio de saúde, possui mais facilidades em agendar consultas de rotinas. Conseguindo assim focar na saúde preventiva evitando doenças mais graves.

Rapidez para marcar exames

O mesmo vale para os exames médicos, quando se conta com um bom convênio de saúde, conseguir agendar e realizar um exame, por mais específico e/ou detalhado que ele seja, é muito mais fácil e rápido do que quando se conta apenas com o SUS.

Facilidade em consultas

Quando se depende do sistema único de saúde, muitas vezes existem listas de espera de meses para conseguir uma consulta médica. Quando você possui um convênio de saúde, é muito mais rápido e simples conseguir se consultar com um médico.

 

Entenda qual é o melhor plano de saúde para você (e para o seu bolso!)

Recomendado para você:

Postagens mais vistas: