fbpx
Ir para o conteúdo
Para Mulheres Saúde

Saiba o segredo sobre como evitar e eliminar varizes disponível somente aqui

Leitura: 11 min
2842 visualizações

Ao lado da celulite e da gordura localizada, as varizes são uma das grandes inimigas do público feminino. Mas muito se engana quem pensa que a dilatação das veias é apenas uma questão estética ou atinge apenas as mulheres. Para se ter uma ideia, o problema afeta mais de 40 milhões de pessoas, de ambos os sexos, só no Brasil. Afinal, como evitar varizes?

Essa pergunta permeia a mente de quem sofre com elas. Além de se preocuparem com a aparência, as pessoas querem se livrar dos incômodos provocados pelas varizes — cansaço, sensação de peso, ardência, inchaço, coceira, dores e, até mesmo, ardência.

Quando não tratadas, elas podem inflamar e se transformarem em flebite, tromboflebite, trombose venosa e, até mesmo, embolia pulmonar. Neste post, vamos explicar o que são as varizes, por que elas aparecem e o que pode ser feito para evitá-las. Confira!

O que são varizes e por que elas surgem?

As veias superficiais das pernas ficam dilatadas porque, por algum motivo, o sangue que chega aos membros inferiores não consegue retornar ao coração. Na maioria das vezes (60%), elas surgem em mulheres acima dos 50 anos. Porém, a verdade é que podem aparecer, de forma ainda muito discreta ou até invisível, já na adolescência — e também em homens.

Isso acontece, em particular, devido a um dos grandes fatores desencadeadores das varizes, ou seja, a genética. Portanto, se os seus pais tiverem o problema, as chances de você também desenvolvê-lo são maiores.

Nesse caso, se elas aparecerem, a indicação é procurar um cirurgião vascular ou angiologista, médico especializado nos vasos sanguíneos. Ele avaliará a predisposição genética por meio de um ultrassom, retirando os pequenos vasinhos (microvarizes) assim que surgirem. Depois, é possível iniciar um tratamento preventivo antes dos primeiros sinais mais graves.

O fato é que os sintomas das varizes vêm à tona antes mesmo de elas aparecerem. Logo, é fundamental ficar alerta aos principais indícios que acometem, principalmente, os membros inferiores — vermelhidão, dores, inchaço, queimação e formação de manchas nos tornozelos.

Outras causas das varizes

Há vários outros fatores desencadeadores das varizes, os quais podem ser evitados. Entre eles, vale mencionar o sobrepeso, o sedentarismo, o tabagismo, a má alimentação e o hábito de ficar muito tempo na mesma posição.

Nas mulheres, as varizes são mais frequentes devido aos hormônios femininos — estrogênio e progesterona —, que enfraquecem e dilatam os vasos sanguíneos. Assim, por causa da perda de elasticidade, fica mais difícil bombear o sangue de volta ao coração. A gravidez é outra causa apontada, já que o aumento do peso prejudica a circulação.

Como evitar varizes?

O ultrassom pode impedir a dilatação das veias por herança genética, mas há outras formas de prevenir o problema. Veja, a seguir, dicas de como evitar varizes!

Não aqueça demais a pele e faça drenagem linfática

É preciso evitar a sauna, os banhos e as hidromassagens muito quentes. O calor ajuda a dilatar os vasos, o que não é indicado para quem já tem varizes ou propensão a elas.

Tais técnicas melhoram a textura da pele, têm efeito relaxante e ajudam a ativar a circulação. Logo, evitam também as varizes.

Use sapatos confortáveis

Quando o pé tende a pisar de forma errada — seja pela altura, seja pela modelagem do calçado —, o fluxo sanguíneo das pernas para o coração é prejudicado. Isso resulta na abundância de sangue nos vasos e, consequentemente, aumenta o risco de varizes.

Por essa razão, o uso do salto alto não é recomendado com muita frequência. No dia a dia, o melhor é variar entre sapatos de saltos médio e baixo, que proporcionem conforto ao caminhar. Assim, você evita a concentração de sangue na região da panturrilha, de maneira a garantir o trabalho adequado do sistema circulatório.

Não fique muito tempo na mesma posição

Seja em pé, seja sentado, o aumento da pressão da gravidade sobre as veias dificulta o bombeamento do sangue. Por isso, não é recomendado ficar na mesma posição por muito tempo. Além disso, evite sentar de pernas cruzadas, pois isso agrava mais a situação. 7

Usar apoio para os pés é uma boa ideia para reduzir a contração. Outra recomendação é caminhar, pelo menos, durante dois minutos a cada hora.

Mantenha as pernas para cima

Quer uma dica prática de como evitar varizes? Ao menos uma vez ao dia, pelo período de 15 minutos, posicione as pernas acima do nível do coração. Isso diminui a pressão nos membros inferiores e auxilia na circulação sanguínea. Desse modo, você previne a dilatação das veias e mantém a pele sempre bonita e saudável.

Pratique atividade física

A musculação é excelente para reduzir o risco de varizes, principalmente os exercícios de pouco peso e baixo impacto. Procure fortalecer a região da panturrilha, mantendo-a em constante atividade de contração. Assim, você favorece o retorno do sangue para o coração e evita o acúmulo nas pernas.

Outras atividades que tonificam a musculatura e evitam a concentração sanguínea nas pernas são a caminhada e a corrida. Além disso, vale lembrar que as atividades físicas reduzem a pressão arterial, o que também contribui com o bom funcionamento da circulação. Logo, a recomendação é praticá-las sob orientação médica.

Evite o sobrepeso e a obesidade

Gordura acumulada nas pernas, aliada ao efeito da gravidade por causa do sobrepeso, faz com que o sangue não consiga fluir, acumulando nos membros inferiores. Tal quadro, além de obrigar o coração a trabalhar de forma mais intensa para alcançar a oxigenação sanguínea, leva à formação de varizes.

Para quem se pergunta como evitar varizes, é essencial, portanto, ficar de olho na balança e procurar manter o peso adequado. Também favorece as varizes a concentração de gordura no abdômen, o que compromete o retorno do sangue ao coração.

Tenha cuidado com o uso de anticoncepcionais

Em geral, os anticoncepcionais contêm altos níveis de estrogênio e progesterona. Tais hormônios provocam a dilatação das veias e, consequentemente, enfraquecem a parede dos vasos, favorecendo a formação de varizes. Caso tenha propensão a desenvolvê-las, o conselho é verificar com o médico se existe outra alternativa de contraceptivo.

Use meias de compressão

As meias de compressão reduzem a pressão da gravidade sobre os vasos, melhorando o bombeamento do sangue e reduzindo a sensação de peso nas pernas, além de prevenir o inchaço. No entanto, consulte o angiologista do seu plano de saúde para saber qual o modelo e o tamanho ideais para o seu caso.

Largue de vez o tabagismo

Sabemos que os milhares de componentes presentes no cigarro comprometem a saúde e o bem-estar, especialmente o pulmão. Poucas pessoas sabem, porém, as substâncias como a nicotina aumentam a viscosidade do sangue. Por esse motivo, ele deixa de ser bombeado de maneira apropriada. O acúmulo do líquido, por sua vez, causa as varizes.

Como ingredientes naturais ajudam a combater as varizes? 

Várias substâncias naturais encontradas nos alimentos ajudam a combater o aparecimento de varizes por melhorar a passagem do sangue nas veias. É o caso do resveratrol, ricamente encontrado na uva. Basta bater no liquidificador dois copos da fruta com cascas e sementes com um copo de água, adoçar a gosto e beber durante o dia.

O vinagre de maçã puro, por outro lado, tem ação anti-inflamatória, aliviando o desconforto. Basta massageá-lo nas pernas. Faça o mesmo com o azeite levemente aquecido. Ele é rico em vitamina E, melhorando o aspecto da pele. Inclua, também, mais alho em sua alimentação, pois quando ingerido fresco, ele reduz a inflamação das veias.

A recomendação é evitar a gordura, o sal e o açúcar em excesso, já que tais substâncias geram inflamação e enfraquecem a parede dos vasos. A ingestão de muitas calorias e poucos nutrientes afetam órgãos como o fígado, responsável por filtrar o sangue e eliminar as impurezas.

É possível usar o plano de saúde para tratar a dilatação das veias?

A depender do tamanho e do diâmetro das varizes, é necessário realizar intervenções — no caso de obesidade, por exemplo, elas podem ser solicitadas ao plano de saúde. As principais técnicas englobam:

  • tratamentos a laser;
  • escleroterapia química (que “seca” a veia dilatada);
  • cirurgia, procedimento considerado simples.

No entanto, apenas o angiologista tem condições de avaliar o paciente e indicar o melhor método para cada situação.

E então, aprendeu como evitar varizes? Com essas dicas úteis e práticas que apresentamos no decorrer do artigo, com certeza você obterá bons resultados em sua busca para manter as pernas sempre lindas e saudáveis. Caso sofra de dilatação nos vasos sanguíneos, recomendamos que procure o médico para investigar a melhor maneira de tratá-la.

Que tal agendar uma consulta médica para fazer uma avaliação? Entre em contato com o planodesaude.net.br para conhecer as opções de convênios oferecidos pelo mercado e escolher o que mais se ajusta as suas necessidades!

Bruno
SOBRE O AUTOR: Posts desse autor

Bruno Avelino

O melhor canal de informações sobre saúde, bem-estar e planos de saúde do Brasil. Conteúdos com credibilidade e que irão melhorar o seu dia a dia.

Recomendado para você:

Postagens mais vistas: