fbpx
Ir para o conteúdo
Exames Oftalmológico

Entenda como é feita a cirurgia de miopia e quando é indicada

Leitura: 4 min
229 visualizações

Muitas pessoas apresentam dificuldades para enxergar objetos e letras de longe e sonham em deixar de usar lentes de contato ou óculos. Nessas situações, a cirurgia de miopia pode ser uma boa opção, mas a correção refrativa é realizada por meio do laser e é indicada para indivíduos que já têm o grau da miopia estabilizado.

O problema é um distúrbio visual caracterizado por um globo ocular mais longo, provocando a formação da imagem antes que a luz chegue à retina. Por isso, a primeira etapa é consultar um oftalmologista especializado para que os exames sejam feitos e para que ele possa indicar o melhor tipo de cirurgia.

Neste post, vamos mostrar como funciona a cirurgia de miopia. Confira!

Quais exames devem ser feitos?

Nenhuma cirurgia de miopia deve ser realizada antes de concluir todos os exames necessários. O principal objetivo é verificar a curvatura da córnea, pois cada indivíduo apresenta imperfeições diferentes.

Logo, caso você esteja dentro do grupo que pode fazer a cirurgia, o especialista solicitará a interrupção do uso de lentes de contato, tanto das rígidas quanto das gelatinosas, variando de 1 semana até 6 meses. Após isso, o oftalmologista pede diversos exames, como:

  • mapeamento de retina;
  • paquimetria;
  • topografia da córnea;
  • exame de grau.

Como funciona a cirurgia de miopia?

O procedimento é bastante rápido e dura cerca de 15 minutos. A primeira etapa consiste no corte da membrana que envolve a córnea, conhecida como epitélio, sendo importante para que o laser realize a correção de modo apropriado. Após isso, o nivelamento da córnea é feito por meio do Excimer Laser.

Os tecidos são separados em uma certa profundidade da córnea, não sendo necessário que um corte seja feito. Em seguida, a correção do grau é realizada por meio da retirada do tecido da córnea de acordo com a necessidade de cada pessoa. A cirurgia também pode ser auxiliada pelo laser Femtosegundo, uma opção que entrega muitos benefícios.

Ele pode ser indicado para indivíduos que apresentam miopia elevada ou córneas finas. Além disso, é indolor, mais seguro, confere resultados mais rápidos, produz menos efeitos colaterais e não apresenta inflamação. Nessa situação, o laser Femto opera com uma frequência de pulsos rápidos, garantindo uma segurança maior durante a cirurgia.

Quais são as contraindicações da cirurgia?

Alguns fatores podem contraindicar o procedimento, como a amamentação e a gravidez. Nesses casos, a cirurgia pode ser feita após essas fases. Além disso, outros problemas podem impedir que a cirurgia seja realizada, como artrite, diabetes, olho seco e lúpus.

Como é o pós-operatório?

Após a cirurgia, é normal ter sensibilidade à luz, sensação de areia no olho e inchaço nas pálpebras. Assim, é importante ficar em repouso e evitar praticar esportes por 15 dias. As atividades profissionais podem ser retomadas, de acordo com o sintoma da pessoa. Além disso, coçar e esfregar os olhos deve ser evitado.

Como vimos, a cirurgia de miopia é uma boa opção para as pessoas que desejam parar de usar óculos ou lentes de contato. Por isso, é muito importante contar com um bom plano de saúde para que o procedimento seja feito com médicos especializados e em uma clínica de qualidade.

Gostou deste conteúdo e deseja contratar um plano de saúde? Então, confira o nosso site e fique por dentro!

Recomendado para você:

Postagens mais vistas: