Ir para o conteúdo
Dores e sintomas Planos de Saúde

Caspa: o que é e como tratar corretamente com um plano de saúde!

Leitura: 7 min
153 visualizações

A caspa é uma condição do couro cabeludo que faz com que flocos de pele descamem, muitas vezes acompanhados por coceira.

A causa exata dessa condição é desconhecida, mas existem diversos fatores que aumentam o risco da sua ocorrência. Essa complicação não está relacionada à falta de higiene, mas pode ser mais visível se uma pessoa não lavar ou escovar os cabelos com frequência.

Como posso tratar a caspa com um plano de saúde?

O tratamento de caspa pode ser facilmente feito com os shampoos e outros produtos para o cabelo e região. Entretanto, para saber qual será mais eficaz e terá efeito no seu couro cabeludo, é preciso ir a uma consulta com o dermatologista.

Sendo assim, ter um plano de saúde pode lhe poupar bastante tempo e dinheiro quando se trata de marcar uma consulta com o sistema público de saúde – ou em um particular.

Nos dias atuais, ter uma preocupação a mais com a saúde pode deixar qualquer um muito estressado – é ai que entram os planos de saúde: para facilitar a sua vida e cuidar do seu bem-estar.

Ficou interessado? Faça sua cotação online e gratuitamente!

Quais as causas de caspa?

As causas exatas dessa condição ainda são desconhecidas. Uma teoria é que essa complicação esteja ligada à produção de hormônios, já que ela geralmente se desenvolve durante a época da puberdade.

Abaixo, determinamos os 10 principais fatores possíveis da causa e progressão da caspa. Que incluem:

Dermatite seborreica

As pessoas com dermatite seborreica têm pele oleosa e irritada, e são mais propensas a terem caspa.

A dermatite seborreica afeta muitas áreas da pele, incluindo as costas das orelhas, o esterno, as sobrancelhas e os lados do nariz. A pele nesse caso, fica vermelha, oleosa e coberta com escamas brancas ou amarelas.

A dermatite seborreica está intimamente ligada à Malassezia, um fungo que normalmente vive no couro cabeludo e se alimenta dos óleos que os folículos pilosos secretam.

Essa complicação não costuma causar um grande problema, contudo em alguns casos ela se torna hiper reativa, fazendo com que o couro cabeludo fique irritado e produza células extras da pele.

Não escovar os cabelos

Pentear ou escovar o cabelo regularmente reduz o risco da condição, pois isso ajuda na queda normal da pele.

Levedura

As pessoas que são sensíveis à levedura têm uma chance ligeiramente maior de desenvolver essa complicação, por isso a levedura pode desempenhar um papel. Esta condição é frequentemente pior durante os meses de inverno, e melhor quando o clima é mais quente.

Isso se deve ao fato da luz ultravioleta-A (UVA) do sol neutralizar a levedura.

Pele seca

Pessoas com pele seca são mais propensas a desenvolver essa condição. O ar frio do inverno combinado com salas superaquecidas é uma causa comum de coceira e descamação da pele.

A descamação que decorre da pele seca tende a ter flocos menores e não oleosos.

Shampoos e produtos de cuidados da pele

Certos produtos capilares podem desencadear um couro cabeludo vermelho, com coceira e descamação. O uso frequente de shampoo pode causar a condição, pois pode irritar o couro cabeludo.

Algumas pessoas dizem que não lavar o suficiente pode causar um acúmulo de óleo e células mortas da pele, levando à essa condição, mas faltam evidências de que isso é verdade.

Doenças de pele

Pessoas com psoríase, eczema e algumas outras doenças de pele tendem a ter caspa com mais frequência do que outras. Tinea capitis, uma infecção fúngica também conhecida como micose do couro cabeludo, pode causar a descamação da pele.

Condições médicas

Adultos com doença de Parkinson e algumas outras doenças neurológicas são mais propensas a ter essa condição e a dermatite seborreica.

Um estudo descobriu que entre 30 e 83 por cento das pessoas com HIV têm dermatite seborreica, em comparação com 3 a 5 por cento na população geral.

Pacientes que estão se recuperando de um ataque cardíaco ou derrame, e aqueles com um sistema imunológico fraco podem ser mais propensos a desenvolver essa condição.

Alimentação

Não consumir alimentos suficientes que contenham zinco, vitaminas do complexo B e alguns tipos de gorduras pode aumentar o risco de desenvolver a condição.

Estresse

Essa condição pode ter uma ligação entre o estresse e muitos problemas de pele.

Idade

Essa condição é mais provável ocorrer desde a adolescência até a meia-idade, embora possa ser vitalícia. Um fato importante a citar é que essa complicação afeta mais homens do que mulheres, possivelmente por razões relacionadas a hormônios.

Complicações que a caspa pode causar!

Raramente existem complicações relacionadas a essa condição, e normalmente não é necessário consultar um médico. No entanto, às vezes, a caspa pode ser um sinal de uma condição médica mais séria.

Você deve procurar um médico se:

  • Existem sinais de infecção, como vermelhidão, sensibilidade ou inchaço;
  • A descamação da pele é muito grave ou persiste após o tratamento em casa;
  • Existem sinais de eczema, psoríase ou outra condição da pele;
  • O couro cabeludo coça muito e está te incomodando durante suas atividades diárias.

Como dito anteriormente, as complicações são raras acerca dessa complicação, mas pode ser resultado de um dos tratamentos.

Se um tratamento com shampoo causar irritação ao couro cabeludo, o indivíduo deve deixar de usá-lo e procurar um médico especializado para entender mais sobre a condição!

Uma pessoa com um sistema imunológico enfraquecido, por exemplo, devido ao HIV, deve-se perguntar ao seu médico sobre qualquer descamação do couro cabeludo.

Recomendado para você:

Postagens mais vistas: