fbpx
Ir para o conteúdo
Dieta

Café verde: consumir cápsulas ajuda a emagrecer

Leitura: 5 min
1917 visualizações

O café verde, em forma de cápsulas, é rico em substâncias que aceleram o metabolismo e por isso pode auxiliar no emagrecimento.

Na hora de emagrecer, uma ajudinha sempre vai bem. Por isso, vira e mexe novos recursos surgem no mercado de produtos naturais para complementarem o processo de perda de peso. A cápsula feita do extrato do grão de café verde é mais uma destas novidades.

Em alta entre os antenados do mundo fitness, o grão tem efeito termogênico e antioxidante sendo um efetivo coadjuvante no emagrecimento. O grão do café verde tem mais cafeína que o grão torrado comum, por essa razão o efeito termogênico é maior, além de uma concentração maior de antioxidantes.

O efeito aumenta a temperatura corporal, acelerando o metabolismo e o gasto calórico, enquanto os oxidantes agem sobre os radicais livres combatendo o envelhecimento.

Café verde e café preto

O café verde é aquele que não passou pelo processo de torrefação − é nessa etapa que a bebida ganha aroma e sabor agradáveis, próprios para a degustação. O extrato do fruto in natura, portanto, não é gostoso. Por isso, é consumido apenas em forma de cápsulas, encontradas em lojas de produtos naturais ou, então, manipuladas.

Há outras diferenças na comparação com o café preto. Por exemplo: possui uma dose um pouco maior de cafeína e alta concentração de ácido clorogênico, elemento que se perde durante o processo de torrefação. Essa é a substância responsável pelo emagrecimento.

O consumo de três cápsulas de 400 miligramas todos os dias − 30 minutos antes do café da manhã, almoço e jantar − reduz em até 10% o peso corporal em cerca de dois meses.

Benefícios do café verde

O café verde apresenta diversos benefícios, como:

  • O ácido clorogênico tem uma participação ativa no metabolismo dos açúcares, já que inibe a enzima que libera os açúcares do fígado para a corrente sanguínea, mantendo baixos os níveis de glicose e dificultando a acumulação da gordura, sendo indicado para o tratamento de pacientes diabéticos, além de diminuir a absorção de açúcares e gorduras a nível intestinal;
  • O grande poder antioxidante do café verde faz com que ele seja um produto cobiçado pelas indústrias de cosméticos, uma vez que ajuda no combate aos radicais livres, protegendo contra o envelhecimento da pele, sendo usado especialmente na elaboração de cosméticos para a pele e cabelo;
  • O café verde possui duas vezes mais concentração de cafeína e 3 a 5 vezes mais concentração de antioxidantes que o café torrado, além de contar em sua composição com 5% a 10% de ácido clorogênico;
  • Assume o papel de um potente termogênico natural, acelerando o metabolismo e, consequentemente, contribuindo para a perda de peso, além de ter a capacidade de promover a oxidação das gorduras do corpo e de facilitar sua eliminação.

Confira o artigo “Lazer e bem-estar: Os 10 melhores livros” para ver os melhores livros sobre emagrecimento.

Consumo de café verde

A indicação geral para conquistar os benefícios é consumir 200 mg diariamente, dividindo em duas vezes: pela manhã e à tarde, já que à noite pode causar dificuldades para dormir. Contudo, essa não é uma regra aplicável a todos, já que cada organismo reage de um jeito. O certo é sempre consultar um médico antes de iniciar o consumo.

O uso é contraindicado para pessoas com hipertensão, tendência ao nervosismo, hipertireoidismo, gastrite crônica, úlceras gastroduodenais e problemas hepáticos e reumáticos, além de pessoas sensíveis à cafeína, que podem desenvolver insônia, dor de cabeça, irritação no estômago e arritmia.

Trata-se de um recurso eficaz, mas é preciso lembrar que as cápsulas não fazem milagre sozinhas. Elas podem potencializar a dieta, acelerando os resultados, mas só fazem sentido como coadjuvante de uma rotina saudável que inclua exercícios e alimentação balanceada.

Embora seja natural e não necessite de recomendação médica, o consumo contínuo pode agravar casos de hipertensão, úlcera, gastrite e insônia − então, melhor checar com seu médico ou nutricionista a indicação de uso para você.

BEA Café Verde, da Beavita

BEA Café Verde com Picolinato de Cromo, da Beavita, é um suplemento de vitamina C à base de acerola e extrato de café verde com picolinato de cromo. E, ainda possui um mix de vitaminas e minerais antioxidantes (vitamina A, vitamina E, selênio quelado e zinco quelado).

Além disso, a formulação de BEA Café Verde também contém picolinato de cromo, um mineral que participa ativamente da digestão e absorção dos carboidratos, por auxiliar na produção de insulina do organismo.

Clique aqui e adquira já o “BEA Café Verde com Picolinato de Cromo, da Beavita”, um termogênico natural.

Recomendado para você:

Postagens mais vistas: