fbpx
Ir para o conteúdo
Planos de Saúde

As vantagens de um plano de saúde mais barato

Leitura: 8 min
437 visualizações

Antes de falarmos sobre plano de saúde mais barato, precisamos entender um pouco mais sobre este mundo!

Primeiramente, é importante destacar que não existe um plano de saúde mais barato – mas há os planos em valores que se enquadram na sua faixa etária, nas coberturas requisitadas e outros benefícios. É importante conferir todas as informações antes de contratar algum tipo de plano.

 

O que é o plano de saúde?

O plano de saúde é um serviço oferecido por operadoras, empresas privadas, com intuito de prestar assistência médica e hospitalar.

O funcionamento é bem simples. Após contratar um plano de saúde, você terá disponível uma ampla rede qualificada de diversos serviços relacionados à saúde. Ou seja, você poderá consultar médicos, fazer exames em laboratórios, frequentar clínicas e hospitais sem se preocupar com o preço, desde que estejam em seu plano de saúde.

Frequentando essa rede, o seu pagamento é feito automaticamente pelo seu operador de seu plano médico. Ou seja, você autoriza o seu operador a pagar para si as despesas médicas que for frequentar.

 

Como contratar um plano de saúde?

Os planos de saúde individuais têm sido cada vez mais difíceis das pessoas adquirirem, devido aos altos custos – por isso, muitos não são disponibilizados para pessoas físicas independentes. 

A maneira mais usual de adquirir um plano de saúde é através da empresa. Na maioria das companhias, os funcionários recebem como benefício (que é descontada da sua bolsa auxílio) um convênio de saúde, determinado pela própria empresa. Contudo – por mais inacreditável que pareça – o plano de saúde mais barato não é um benefício obrigatório por lei.

 

Conhecendo o simulador de plano de saúde

O simulador é uma ferramenta para cotação aproximada de valor de planos de saúde sem obtenção de dados pessoais, apenas com algumas informações relevantes que interferem no preço do plano, como idade, número de dependentes e se o plano será para pessoa física (individual ou familiar) ou para empresas.

A ferramenta também realiza um orçamento comparativo de preços entre empresas e operadoras que oferecem este serviço.

Ou seja, um simulador é uma ferramenta facilitadora para quem quer cotar um plano de saúde mais barato sem o comprometimento de divulgação de dados pessoais, sem nenhum comprometimento com qualquer operadora ou qualquer custo.

 

Quais os benefícios? 

Maior segurança e qualidade

O primeiro dos benefícios importantes de se ter um convênio de saúde é a segurança por saber que se porventura você ou seus familiares precisarem de um atendimento médico, receberão o melhor possível, sem ter que esperar por horas. Esse sentimento de segurança proporciona um imenso ganho na qualidade de vida.

Expectativa de vida

Tendo boas condições de manter uma saúde em dia, viver mais se torna apenas uma consequência. Além disso, a contratação do serviço garante muito mais tranquilidade ao saber que se alguma doença aparecer, você receberá um atendimento digno.

Coberturas nacionais

Vale a pena investir em um plano com cobertura nacional. Caso viaje muito, estará sempre tranquilo sabendo que esteja onde estiver, se algum acidente acontecer, você será atendido como merece.

Adoecer com menor frequência

Pode parecer contraditório, mas sim, quem conta com um convênio de saúde, possui mais facilidades em agendar consultas de rotinas. Conseguindo assim focar na saúde preventiva evitando doenças mais graves.

Rapidez para marcar exames

O mesmo vale para os exames médicos, quando se conta com um bom convênio de saúde, conseguir agendar e realizar um exame, por mais específico e/ou detalhado que ele seja, é muito mais fácil e rápido do que quando se conta apenas com o SUS.

Facilidade em consultas

Quando se depende do sistema único de saúde, muitas vezes existem listas de espera de meses para conseguir uma consulta médica. Quando você possui um convênio de saúde, é muito mais rápido e simples conseguir se consultar com um médico.

 

Por que devo contratar um plano de saúde?

Ter um plano de saúde mais barato hoje em dia é algo primordial, pois a saúde pública vai de mal a pior. Prova disso é que, para marcar um simples exame pelo SUS, é necessário enfrentar uma enorme burocracia. 

Infelizmente, a outra opção também é pouco atrativa, afinal, em um hospital ou laboratório particular o custo é absolutamente elevado. A saída nessas circunstâncias, portanto, é o plano de saúde, que proporciona maior segurança nos cuidados com o bem-estar do corpo. 

Contratando um serviço individual, o contratante paga um valor mensal e recebe descontos ou até isenção de pagamento em muitos procedimentos relacionados.

 

O que interfere no valor de um plano de saúde?

Os fatores que interferem no valor de um plano de saúde barato dependem do tipo de plano, benefícios e entre outros.

Planos individuais

O ajuste conforme mudança de faixa etária é igual para qualquer tipo de plano, ou seja, sempre que você mudar de uma faixa etária para outra, o valor do seu plano vai subir. Essas mudanças acontecem dos 18 aos 59 anos, com intervalos de 5 anos. A primeira mudança acontece dos 18 para os 19, a seguinte com 24, depois com 29 e assim por diante, até os 59. E a partir dos 59 não existe mais mudanças de faixa etária.

Já o ajuste anual não funciona da mesma forma para todos os tipos de plano. Como o próprio nome diz, o ajuste ocorre na data de aniversário de cada contrato. Para planos de saúde individuais e familiares, esses ajustes são limitados pelo índice da ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar), mas os planos podem aumentar menos do que o índice. 

Planos empresariais/coletivos

Ao contrário do que acontece nos planos individuais, nos planos de saúde coletivos os reajustes não são definidos pela ANS. Nesses casos, a Agência apenas acompanha os aumentos dos preços. Eles são reajustados através de livre negociação entre a operadora do plano de saúde e o representante do grupo contratante (empresa, fundação ou associação) e a ANS não interfere nessa negociação. Em 2018 o aumento máximo permitido pela ANS para planos de saúde individuais foi de 10%. 

O que interne no valor de reajuste no caso de plano de saúde empresariais (ou coletivos) são o número de sinistralidades e a taxa de inflação médica, esses dois fatores combinados são o que definem o valor de um plano de saúde empresarial.

Existem vários tipos de planos de saúde que são oferecidos por diversas operadoras em todo o país. Saber o seu perfil, analisar preços com o uso de um simulador e pesquisar bem é o caminho para escolher o melhor plano para você ficar livre de problemas futuros!

 

Recomendado para você:

Postagens mais vistas: