Ir para o conteúdo
Bem estar Saúde

As 8 dores mais terríveis que um corpo humano consegue suportar

Leitura: 6 min
527 visualizações

Ninguém – ou pelo menos a maioria de nós – gosta de sentir dor. E é verdade também que não somos todos iguais. Alguns têm mais sensibilidade a ela, outros mais resistência. Para quem tem plano de saúde é mais fácil ficar longe da dor: bastam os primeiros sinais de que alguma coisa está errada e já temos logo um bom médico à disposição.

No entanto, independentemente da nossa vontade, ela pode aparecer de diversas formas e, muitas vezes, sem aviso. Mas o corpo humano tem um limite. Às vezes ela é tão cruciante que chega a nos enlouquecer ou causar desmaio, um tipo de defesa do organismo. Baseado em relatos pessoais no mundo inteiro, conheça agora as 8 dores mais terríveis que conseguimos aguentar.

1 – Dor causada por pedras nos rins

Se você só já ouviu falar, reze para nunca ter – ou procure beber pelo menos 2 litros de água por dia. A dor causada por pedras nos rins é tão grande que, em algumas pessoas, chega a causar perda de visão e/ou audição temporária.

Além disso, pode causar também desorientação no tempo e no espaço, deixando o indivíduo totalmente fora de si. Se você sentir essa dor, corra para o urologista do plano de saúde.

2 – Gota

O excesso de ácido é o responsável por outra dor considerada lancinante. Ele se acumula em determinadas regiões do corpo, causando inflamação. As mais comuns são as articulações dos joelhos, pés e mãos.

As juntas ficam tão sensíveis que muitos pacientes dizem que mal conseguem respirar – quanto mais andar ou pegar objetos. Quem cuida da doença, conhecida como gota, é o reumatologista.

3 – Cefaleia em salvas

Ela atinge apenas 1% da população mundial – “só” 75 milhões de pessoas. A cefaleia em salvas é um tipo de dor de cabeça fortíssima que se repete em picos de 15 minutos.

Quem já passou por ela descreve a sensação como a de uma agulha de tricô perfurando a região em torno de um dos olhos.

Para cuidar do problema, o ideal é procurar um clínico geral, que pode fazer uma pesquisa mais ampla sobre as possíveis causas, e um neurologista do plano de saúde.

4 – Herpes-zóster

Por algum motivo ainda desconhecido, o vírus da catapora pode ficar décadas escondido no organismo e se ativar em qualquer momento.

Ele então toma conta das raízes das células nervosas e completa sua “invasão” criando várias bolhas na pele.

A dor, dizem, é quase insuportável. Para tratar você pode buscar uma abordagem multidisciplinar com infectologista, dermatologista e clínico geral.

5 – Neuralgia trigeminal

Essa é uma condição crônica que afeta o nervo responsável pela sensibilidade do rosto. Ele possui três ramificações ao longo do rosto para o cérebro.

Defeitos em alguns neurônios despertam a dor, que é descrita como choques elétricos. Há casos de pessoas que chegaram a tirar a vida por causa dela. O tratamento deve ser feito com um neurologista.

6 – Abcessos dentários

O cúmulo de pus causado por uma infecção bacteriana no centro do dente causa uma das piores dores.

A causa mais comum é a falta de saúde bucal. Geralmente o abcesso precisa ser drenado e, em muitos casos, pode causar a perda completa do dente.

Para evitar essa situação, faça visitas regulares ao dentista. Um bom plano odontológico pode ajudar a prevenir esse e vários outros males de forma segura e barata.

7 – Dor do parto

Não é porque é um processo normal da natureza que não é doloroso. A dor do parto, causada pela contração da musculatura do útero para forçar a passagem do bebê, é considerada uma das mais intensas para as mulheres – ainda que variem de intensidade de uma para outra.

O próprio organismo libera alguns hormônios para aliviar a dor, mas em muitos casos, não são suficientes. O ideal é manter o calendário de exames do pré-natal em dia para evitar complicações maiores.

8 – Pancreatite

A inflamação progressiva do pâncreas aparece subitamente. A glândula produz enzimas que, juntamente com a bile, digere os alimentos.

Normalmente elas ficam inativas até atingirem o intestino delgado, mas quando o pâncreas está inflamado, elas danificam o próprio tecido que as produzem.

Como resultado, pode haver edema, hemorragia e até necrose pancreática e peripancreática, extremamente dolorosa. O especialista do plano de saúde que deve ser procurado para cuidar do problema é o gastroenterologista.

Agora que você já sabe as piores 8 dores que o corpo humano consegue suportar pode reduzir seus riscos fazendo check-ups completos anuais pelo plano de saúde.

(Fontes: Exame, Dicas, Minuto Saudável)

Se ainda não tem o seu, faça um agora mesmo. Veja as operadoras que atuam na sua região, conheça os planos de saúde oferecidos e converse com um vendedor especializado. Ele o ajudará a encontrar o plano perfeito para o seu perfil.

Carine
SOBRE O AUTOR: Posts desse autor

Carine Vasconcelos

Editora Chefe da empresa Bannet, formada em Publicidade e Propaganda, há mais de 6 anos, pela Faculdade Cearense, e apaixonada por conteúdo. Atua na área de Marketing e Produção Textual há quase 10 anos e acredita que, para termos sucesso em qualquer área, é preciso sermos felizes no caminho, afinal o amor pelo que fazemos é força motriz para atingirmos a excelência.

Recomendado para você:

Postagens mais vistas: